contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner mamba

Publicidade

Sesapi mobiliza municípios para aumentar índices vacinais

Em 2023 o Piauí apresentou um crescimento significativo nos índices das coberturas vacinais e, para este ano, a Sesapi busca atingir as metas de vacinação

Redação | quarta-feira, 15 maio , 2024

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) realizou, nesta quarta-feira(15), uma reunião com representantes do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems) e da Fundação Municipal de Saúde de Teresina. O objetivo foi traçar planos de ações para aumentar índices das coberturas vacinais do Piauí.

WhatsApp Image 2024-05-15 at 13.46.39 (1).jpeg

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, em 2023 o Piauí apresentou um crescimento significativo nos índices das coberturas vacinais e, para este ano, a Sesapi busca atingir as metas de vacinação de todos os imunizantes.

“Estamos aqui para oferecer apoio aos municípios e buscar estratégias para que possamos alcançar as metas de imunização de todas as vacinas. E, para isso, intensificaremos as capacitações com gestores e profissionais de saúde envolvidos na vacinação”, explica a superintendente de Atenção à Saúde e Municípios da Sesapi, Leila Santos.

Para melhorar os números da cobertura vacinal, a Sesapi oferece aos municípios a possibilidade de realização de capacitação, que possam auxiliar os profissionais que realizam a transferência dessas informações para os sistemas do Ministério da Saúde. “A secretaria também se coloca à disposição dos gestores municipais, para apoiá-los nas campanhas de vacinação”, destaca a superintendente.

WhatsApp Image 2024-05-15 at 13.46.39.jpeg

A Secretaria de Estado da Saúde, por meio da Diretoria de Vigilância e Atenção à Saúde (DUVAS) e Diretoria de Unidade de Descentralização e Organização Hospitalar (DUDOH), irão elaborar um plano de ação para que as crianças recém-nascidas possam sair das unidades de saúde com a vacina BCG e Hepatite B aplicadas e registradas no cartão de vacinação.

“Vamos elaborar um plano para melhorar a estrutura das salas de vacinas nos hospitais da rede pública, para garantir de forma mais contínua e adequada a vacinação de BCG e Hepatite B para as crianças recém-nascidas. O objetivo é que as crianças já saiam das maternidades com esse calendário atualizado”, acrescenta o diretor de Unidade Hospitalar, Anderson Dantas.