contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Suspeito também estuprou estudante após a morte, diz delegada

O suspeito, Thiago Mayson, foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, estupro, fraude processual e vilipêndio a cadáver

Redação | segunda-feira, 6 fevereiro , 2023

A delegada Nathalia Figueiredo, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), concluiu o inquérito que investiga a morte da estudante Janaína da Silva Bezerra, 21 anos, vítima de estupro e feminicídio nas dependências da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

O suspeito, Thiago Mayson, foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, estupro, fraude processual e vilipêndio a cadáver. Segundo a delegada, Thiago teve relação sexual com a vítima já morta. O suspeito também teria filmado parte da ação.

“Tínhamos 10 dias para concluir o inquérito. Conseguimos terminar ele ontem e indiciar o principal suspeito. Até o momento, não temos suspeita da participação de uma terceira pessoa. Ele teria praticado o crime sozinho. Ela sofreu sofrimento físico e psicológico muito grande. Através da análise de tudo que foi produzido chegamos a conclusão de homicídio com duas qualificadoras, estupro, fraude processual. E através do laudo também chegou a informação de que ele praticou a violência sexual contra a vítima já morta”, destacou a delegada.

Segundo a investigação, a morte de Janaína se deu através de asfixia causada pela luxação da região cervical. Isso foi causado, segundo a delegada, no contexto da violência sexual que a vítima sofreu.

“Inclusive, através da análise do aparelho celular do indicado, conseguimos recuperar imagens que ele teria feito, tanto após a primeira violência sexual e as fotos após a segunda violência, onde a vítima já estava com muito sangue, sinais de ejaculação nas pernas da vítima”, frisou a delegada.

Nesse primeiro momento, apenas o indiciamento do suspeito autuado em flagrante em delito foi expedido. A Polícia aguardava o laudo cadavérico da vítima definitivo para concluir o inquérito e o laudo do local do crime.

“São laudos essenciais para que tivéssemos ideia da dinâmica da situação, bem como também uma forma mais precisa da violência que a vítima sofreu”, acrescentou a delegada.

Vivia pra estudar': quem era Janaína da Silva Bezerra, a estudante estuprada e morta na UFPI – Metro World News Brasil

O caso

Janaína da Silva Bezerra morreu no dia 28 de janeiro nas dependências da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Segundo laudo do Instituto de Medicina Legal, a jovem apresentava indícios de violência sexual e estava com o pescoço quebrado.

Ela ainda chegou a ser levada para o Hospital da Primavera, mas já estava sem vida.

O suspeito do crime é o estudante de mestrado Thiago Mayson da Silva Barbosa, 28 anos, que estava com Janaína em uma calourada que acontecia na universidade. Ele está preso preventivamente desde o dia do crime, após a confirmação da morte da jovem.

Por Nataniel Lima/ Cidade Verde