contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Viva o Semiárido desenvolve ações em quatro territórios

Este ano, foi firmado um acordo com o Governo do Estado que garantiu US$ 33 milhões, totalizando um volume de R$ 120 milhões.

| quinta-feira, 31 dezembro , 2015

Quatro territórios do Estado do Piauí estão sendo beneficiados pelo projeto Viva o Semiárido: Rio Guaribas, Vale do Sambito, Vale do Canindé e Serra da Capivara. Segundo o relatório da Diretoria de Combate à Pobreza Rural (DCPR), a iniciativa foi criada este ano e atende a 170 mil pessoas e abrange 89 municípios. asadadad

O diretor da DCPR, Carlos Alberto Silva, informou que o projeto desenvolvido pela Secretaria do Desenvolvimento Rural, foi criado com o objetivo de atender  o homem e a mulher do campo. “Estamos trabalhando com 22 mil famílias dentro destes territórios. Em 2015, iniciamos as etapas que envolvem a divulgação e capacitação nas 89 cidades. Selecionamos como prioridade 46 municípios para realizar capacitação com os Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável que são a porta de entrada dos projetos produtivos a serem apresentados ao projeto, e também realizamos oficinas em todas estas cidades”, pontuou.

Silva informou ainda que foram feitos mapeamentos em todas as associações envolvidas no processo e oito entidades foram selecionadas em cada município.

A equipe da DCPR realizou as atividades em 348 associações, capacitando e formando estas associações para a elaboração de carta consulta afim de que estas possam se habilitar a receber um Plano de Negócios.

Futuro
A meta da SDR para 2016 é completar ação de qualificação, formação e divulgação em mais 43 municípios e implementar e executar 200 projetos em todo o estado. ”Vale lembrar a participação do Fida (Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola), instituição internacional que tem várias ações de combate à pobreza Rural e atua em vários países. No Brasil, o Fida já apoia seis projetos no semiárido do Piauí, Ceará, Paraíba Alagoas e Bahia”, acrescenta Carlos Alberto Silva.

Este ano, foi firmado um acordo com o Governo do Estado que garantiu US$ 33 milhões, totalizando um volume de recurso de aproximadamente R$ 120 milhões.