contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Vereadores zeram pauta antes do recesso parlamentar

Para que a pauta fosse zerada, a mesa diretora convocou uma sessão extraordinária, que foi aprovada pelo plenário

| sexta-feira, 15 dezembro , 2017

Com a presença dos quinze vereadores, a Câmara Municipal de Picos realizou na manhã desta quinta-feira, 14, a última sessão ordinária de 2017 antes do recesso de final de ano. Para que a pauta fosse zerada, a mesa diretora convocou uma sessão extraordinária, que foi aprovada pelo plenário.

Os vereadores entram de recesso a partir de amanhã e voltam ao plenário no dia 1º de fevereiro de 2018, quando haverá a sessão solene de abertura do ano legislativo com a leitura da mensagem do poder executivo, que tradicionalmente é feita pelo prefeito da cidade.

Projetos

Dentre os projetos aprovados na sessão desta quinta-feira estão três de autoria do poder executivo. Um deles que dispõe sobre o sistema único de assistência social do município. Outro que institui procedimentos para obtenção do alvará de construção e de carta de habite-se de edificações e um terceiro que trata sobre a criação do Fundo Especial dos Procuradores do Município de Picos.

Foram aprovados também dois projetos polêmicos e que geraram discussões acaloras. Um que denomina de povoado Malhada Grande dos Teixeiras a comunidade Malhada Grande dos Almondes. E outro que dispõe sobre a proibição de atividades pedagógicas que visem à reprodução de conceito de ideologia de gênero na grade de ensino nas redes pública e privada do município de Picos.

Avaliação

O presidente da Câmara, Hugo Victor Saunders Martins, disse que apesar das dificuldades enfrentadas por conta da crise, o ano legislativo em Picos termina de forma positiva. “Conseguimos aprovar projetos de lei visando aumentar a arrecadação do nosso município sem onerar o bolso do contribuinte” – enfatizou.

Hugo Victor disse ainda que, como presidente da Câmara sempre prezou pelo entendimento, porém, no momento da votação, tanto ele como os demais colegas, sempre demonstraram independência para defenderem os seus pontos de vista.

Fonte: Jornal de Picos