contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Uespianos finalmente se mudam para novo campus

Depois de enfrentar grandes barreiras, obstáculos, lutas incansáveis, os estudantes da Uespi agora estão vivenciando o tão esperado momento

| terça-feira, 31 março , 2015

Depois de enfrentar grandes barreiras, obstáculos, lutas incansáveis, os estudantes da Universidade Estadual – Campus de Picos, agora estão vivenciando o tão esperado momento, um verdadeiro marco histórico para todos que fizeram e fazem parte da comunidade uespiana.uespi123

O sonho de ter uma estrutura melhor, um campus com mais espaço, com salas novas, e tudo novo, foi concretizado. As aulas começaram há mais de três semanas e tudo está ocorrendo como esperado, é possível presenciar a satisfação e a alegria dos alunos e de todo o corpo docente, administrativo e demais funcionários de estarem em um prédio novo.

Para o diretor da Uespi de Picos Evandro Alberto está é uma grande vitória, os estudantes estão satisfeitos com sua nova casa, conquistada após anos de luta e determinação de estudantes e professores que se acentuaram ainda mais com a força do movimento SOS-UESPI que ganhou as ruas protestando por sala de aula e contratação de professores.uespi124

“Isso representa uma grande conquista, principalmente para aqueles que sofreram lutaram e acreditaram que dias melhores viriam para nossa UESPI. É incrível o amor incondicional que tem todo o estudante da UESPI pela instituição. Eles tratam a universidade como um patrimônio, a extensão de suas casas. E isso é gratificante. Todos juntos pela UESPI com orgulho e muito amor. Ver e sentir esse clima nos faz bem e nos encoraja a lutar pela plenitude de nossa IES”, declarou o diretor Evandro Alberto.

As aulas estão sendo ministradas normalmente nos turnos manhã, tarde e noite, após a mudança, os acadêmicos estão aos poucos adaptando-se ao novo prédio. Com relação ao acesso, o transporte até a nova sede, está sendo feito normalmente pela empresa de ônibus da cidade, e os horários estão sendo cumpridos.uespi125

Devido ao grande fluxo de veículos nos quilômetros 299 e 300 da BR 316, onde está localizada a nova sede da Universidade Estadual do Piauí, UESPI, Campus de Picos, no Bairro Altamira, a Polícia Rodoviária Federal de Picos já adotou medidas preventivas para o trecho, tudo para garantir mais segurança aos estudantes.

O novo prédio com 24 salas de aulas, 04 salas para laboratórios, sendo de agronomia, biologia, enfermagem e comunicação, todas climatizadas; um auditório com capacidade para 200 pessoas com poltronas modernas e confortáveis; sala de educação física, sala de coordenadores, sala de professores, cantina e uma quadra poliesportiva, além de um enorme estacionamento.

Para Alexandre Araújo, acadêmico do II bloco do curso de Direito, mesmo ainda sendo novato e não ter vivido os tempos de luta por uma universidade melhor, o estudante declara que está muito feliz, em estar estudando na nova sede da IES “Eu acho muito legal, sou novato, mas lembro das lutas incansáveis dos veteranos, que reclamavam muito, pois tiveram que se deslocar para estudar em outras escolas e instituições, mas agora, comparando com a Uespi anterior, tudo melhorou, e por isso estamos muito satisfeitos,”.

“Graças a Deus conseguimos nosso próprio espaço, cada sala tem duas centrais, com quadros, vários laboratórios, biblioteca ampla, cheia de livros. Então, agora não falta salas e todo mundo pode estudar no novo espaço da universidade, tudo isto, é bastante agradável,” finalizou Alexandre Araújo.

Icaro Kilson, acadêmico do curso de Letras da Uespi de Picos, afirma que a sensação de estar estudando na nova sede é boa. “É muito bom ter um espaço próprio, uma instituição que a gente possa chamar de instituição, pois no campus antigo a gente tinha aquela sensação de carência, salas com um mínimo de espaço possível, para uma turma enorme. E hoje não, a gente pode perceber que teve essa preocupação com espaço, com material, com quadra nova, onde os alunos de Ed. Física, por exemplo, podem fazer suas atividades práticas, enfim, a maior parte das nossas exigências foram atendidas. A única dificuldade é a distancia, pois me desloco de moto, devido ao perigo de muita carreta na BR 316, mas a polícia rodoviária irá nos ajudar e garantir a nossa segurança”, afirmou Icaro Kilson.

A aluna do curso de Comunicação Social, Maria Isabel relatou estar maravilhada com a nova Uespi. “É uma grande conquista para aqueles que lutaram, e para nós novatos, receber um prédio novo, ficamos felizes, isso nos dá um entusiasmo total. A estrutura é enorme e belíssima, além de contar com salas climatizadas”, relatou a acadêmica Maria Isabel.

Os alunos agora estão satisfeitos por conta do espaço, agora podem ficar a vontade e terem uma maior interação com a comunidade uespiana, assim como relata a acadêmica do IV bloco do curso de Ciências Contábeis, Jocirene Pinheiro “Está sendo bom, a Uespi agora está grande, nós vemos mais as pessoas, agora temos um refeitório, então fica bem melhor para lanchar. O campus anterior era muito pequeno, não tinha muito espaço. A gente não viveu muito as lutas da UESPI, mas sempre escutava a luta por uma uespi nova e melhor, e com certeza é uma grande conquista ter essa nova uespi, pois está muito boa”, declarou Jocirene Pinheiro.

“Para nós professores é uma satisfação enorme, até porque nós estamos ocupando um espaço mais adequado, um espaço mais estruturado, e dentro de um contexto realmente de universidade. Claro, que algumas demandas ainda serão solicitadas, para que as melhorias sejam contínuas e que não passem tanto tempo pra que ocorram. Nós como professores, estamos aqui realizados, porque foi uma luta conjunta, uma luta que envolveu toda uma dinâmica de instituição (o corpo docente, discente, administrativo, funcionários e representantes da sociedade), todos nessa mesma empreitada. Hoje, o campus da UESPI de Picos retrata aquilo que podemos chamar de universidade, nesse espaço maravilhoso”.

“A nova UESPI de Picos é um projeto para nossa cidade, pois hoje o novo prédio é uma referência para o estado do Piauí e para toda a sociedade, não só para o nosso estado, mais para vários estudantes do nosso país e do mundo, que possam estar aqui futuramente fazendo intercâmbio com a nossa universidade”, declarou a professora Edna Moura.

“Participei ativamente, desde a construção, desde o levantamento de cada parede, o cimento que foi colocado, a areia, enfim, tudo. Nós estávamos aqui com uma comissão incansavelmente, pois o papel da sociedade é exatamente esse, é cobrar, fiscalizar e exigir que de fato as coisas aconteçam. E muitas vezes, nós que representamos essa sociedade, nem sempre assumimos o papel como deveríamos assumir. No caso da UESPI de Picos foi o contrário, a sociedade se organizou, os professores se organizaram, no intuito de realizar a concretização desse projeto. Foram muitos enfrentamentos cansativos, desgastes físicos e emocionais, mas sempre com uma certeza de nunca desistir. Essa era a certeza que nós tínhamos, de todos nós professores dessa instituição, todos tiveram a mesma intenção de concretizar isso, a nossa nova UESPI de Picos”, finalizou a professora Edna Moura.

Fonte: Ascom