contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Site da Fifa destaca Rômulo e suas chances de disputar a Copa

O jogador picoense foi lembrado pelo técnico Felipão para a Copa, mas lesão atrapalhou o volante

| sábado, 28 dezembro , 2013

Afastado de jogos por um ano, o volante piauiense Rômulo, jogador do Spartak Moscou, da Rússia, foi liberado para voltar a treinar. Nesta sexta-feira (28), o site oficial da Fifa destacou a recuperação do jogador e o fato dele ter sido lembrado pelo técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, mesmo ainda se recuperando de uma grave lesão no joelho.

Picoense defendendo a seleção - (foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Picoense defendendo a seleção – (foto: Rafael Ribeiro/CBF)

“Para mim foi uma motivação a mais, sim, saber que, apesar de estar lesionado, que o treinador da Seleção lembrou de mim”, disse Rômulo ao site da Fifa, comentando a entrevista concedida por Felipão ao jornal O Estado de São Paulo, em julho. Na ocasião, o técnico da seleção afirmou que o piauiense era um dos jogadores que ele pretendia convocar.

“Foi uma forma de dar ainda mais na recuperação, pensando em voltar para buscar esse sonho. O jogador não pode abaixar a cabeça, desistir. Enquanto tiver tempo, vou buscar isso”, acrescentou o piauiense.

Rômulo se contundiu em jogo no dia 23 de setembro e só voltou a fazer treinos com bola semanas atrás. Para mostrar serviço a Felipão, o volante terá outro problema: o inverno provoca recesso no futebol russo e o piauiense só deve atuar oficialmente no dia 7 de março, dois dias depois do último amistoso do Brasil antes da convocação para a Copa. Ainda dá tempo?

“Não sei. Fica mais difícil. Mas vamos ver o que pode acontecer. (…) Antes de março eu já posso ter condição de jogo. Mas vou ter esse tempo a mais para recuperar sem pressa. É para me recuperar com toda a confiança, voltar, e bem,” declarou o jogador, que veio ao Piauí para descansar com a família na sua cidade, o município de Picos, cerca de 300 quilômetros ao Sul de Teresina.

“Para mim este ano muito difícil. Não joguei nenhuma vez. Foi o tempo todo fora. Estava me recuperando, então foi mais complicado. Mas agora está dando tudo certo. Estou treinando com bola, e é uma felicidade muito grande. Fazia tempo que não sentia essa emoção de se sentir jogador de futebol”, declarou ao site da Fifa.

Fonte: Cidade Verde