contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Servidores da educação estadual fazem paralisação

Eles protestam contra a falta de reajustes, cobra mais servidores nas unidades escolares e contra atrasos nas reformas de escolas.

| domingo, 16 março , 2014

Os trabalhadores em Educação no Piauí fazem uma greve geral de três dias a partir desta segunda-feira (17). Eles se reúnem a partir das 8h em frente ao Palácio de Karnak para uma manifestação. Os trabalhadores protestam contra a falta de reajustes para os servidores administrativos da Secretaria da Educação do Estado, contra falta de trabalhadores nas escolas e contra o fato de que em muitas escolas as aulas ainda não começaram devido a realizações de reformas extemporâneas.

Odeni Silva, Presidente do SINTE - Foto: Cidade Verde

Odeni Silva, Presidente do SINTE – Foto: Cidade Verde

A greve se dá em nível nacional e tem a coordenação da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação. Na terça-feira (18), a paralisação será em frente a Associação Piauiense de Municípios (APPM) para exigir que os prefeitos cumpram a lei e paguem o piso nacional aos trabalhadores do magistério.

Um painel elaborado pelo Sinte mostra que grande parte dos municípios do Estado não cumpre a Lei do Piso. Esse painel será exposto na frente da APPM com os nomes dos municípios que não respeitam os direitos dos trabalhadores em Educação.

A paralisação exigirá o Cumprimento da Lei do Piso, Carreira e jornada, Investimento dos royalties do petróleo na valorização da categoria, votação imediata do Plano Nacional de Educação e destinação de 10% do PIB para a educação pública.

Na quarta-feira(19), a manifestação acontece em Brasília com a participação de caravanas dos estados, inclusive do Piauí. (Cidade Verde)