contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Pro sol

Publicidade

Seis secretários deixam os cargos na prefeitura de Picos

A última a comunicar o afastamento, que inclusive acabou sendo a maior surpresa, foi a secretária de Cultura, Verônica Danda Vasconcelos

| sexta-feira, 1 abril , 2016

No próximo sábado (02) expira o prazo para os secretários municipais, que forem correr a uma vaga na Câmara de vereadores nas próximas eleições, se afastem dos cargos. A chegada do último prazo estipulado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para desincompatibilização provocou uma série de mudanças no 1º Escalão do Palácio Coelho Rodrigues. Até agora seis gestores pediram exoneração.

A última a comunicar o afastamento, que inclusive acabou sendo a maior surpresa, foi a secretária de Cultura, Verônica Danda Vasconcelos, que deixou o cargo nesta quinta-feira (31). No entanto, diferente dos outros cinco secretários municipais que deixaram a administração municipal, ela ainda não decidiu se disputará algum cargo eletivo. Bioquímica, Verônica Danda é filiada ao PRP (Partido Republicano Progressista).

Três dos gestores municipais que pediram exoneração são vereadores e voltaram a ocupar suas cadeiras na Câmara esta semana. São eles: o ex-secretário de Administração, Filomeno Portela Richard Neto (PSD), o ex-secretário de Obras, Habitação e Urbanismo, Iata Anderson Rodrigues (PSB) e o ex-secretário Esporte, José Arimateia Luz, o Maté (PSL). Com a volta dos titulares deixaram o Poder Legislativo respectivamente os suplentes: empresário, Edílson Carvalho (PTB), professora, Francisca Celestina de Sousa, a Dalva Mocó (PTB) e o funcionário público, Severino Luz (PDT).

Um suplente de vereador também se desincompatibilizou para concorrer novamente a uma vaga na Câmara de vereadores de Picos. O professor, Manoel Vieira de Lima (PV), deixou a secretaria municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana. Durante a atual administração ele ocupou ainda a secretaria de Agricultura e Abastecimento.

E por falar em secretaria de Agricultura, o secretário, José Antônio Batista, o Zé Antônio (PT), também deixou o cargo. O agrônomo vai concorrer a uma das 15 cadeiras no Poder Legislativo Picoense. “Nós estamos nos afastando e colocando nosso nome a disposição para a possibilidade de pleitear um cargo no Legislativo”, pontuou o Zé Antônio.

Fonte: DiaadiaPicos