contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Saúde distribui mais de 3 milhões de preservativos

O Estado já se mobiliza para a realização de ações que visam à prevenção dos jovens, sobre o uso de métodos preventivos

| quarta-feira, 3 fevereiro , 2016

Com três dias para o início do carnaval, a Secretaria de Estado da Saúde já se mobiliza para a realização de ações que visam à prevenção e conscientização da população, principalmente dos jovens, sobre o uso de métodos preventivos. Pensando nisso, mais de três milhões de camisinhas foram distribuídas para todo o Piauí.48d2095de8_media

Segundo a coordenadora estadual de Doenças Transmissíveis, da Secretaria da Saúde, Karinna Amorim, “os jovens têm sido os mais afetados com infecções por doenças sexualmente transmissíveis”, declarou.

Para o coordenador da Juventude, Deolindo Moura, “sem dúvida esse é um evento importantíssimo tendo em vista que essa questão das doenças transmissíveis, como também da própria Aids, está se solidificando no meio da população jovem. E o nosso objetivo é alertar a população, principalmente em um período como esse de festa, alegria e animação em que as pessoas acabam se relacionando com novos parceiros. Essa ação mostra a preocupação do Governo do Estado com esse tema, não só na capital como também nos município com tradição de grandes festas de carnaval. Esse é o passo inicial para que a população esteja se prevenindo contra essas doenças que tanto afetam a população”, disse.

Em dados e exposições, o perfil epidemiológico de AIDS no Piauí, entre 2000 e 2015:

Total de casos nesse período: 4.082

Faixa etária
20 a 34 anos – 1.923 casos
35 a 49 anos – 1.509 casos
50 a 64 anos – 478 casos

Sexo
Masculino: 2.754 casos
Feminino: 1.328 casos

Anos anteriores
2012: 484
2013: 575
2014: 638
2015: 418

Ministério da Saúde
A campanha de Carnaval deste ano, veiculada entre os dias 27 deste mês e 6 de fevereiro, tem como slogan Deixe a Camisinha Entrar na Festa. Ela reforça o preservativo como a mais importante arma de combate ao HIV e aids, trabalhando a mensagem de prevenção nas ações pré-carnaval e durante as festas.

A ideia é mostrar que a camisinha faz a diferença e, assim, incentivar os jovens a se protegerem contra a aids e outras infecções sexualmente transmissíveis em suas relações sexuais.

O diferencial da campanha deste ano é que, a partir da Quarta-Feira de Cinzas, serão distribuídos folhetos nos postos de saúde e outdoors sobre a profilaxia pós-exposição (PEP). Dessa forma, no período pós-Carnaval, o Ministério continuará incentivando a testagem e o tratamento para os casos de sorologia positiva, completando assim, o tripé da prevenção.