contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

“Queremos Lula livre”, diz Wellington Dias

O governador confirmou que irá a São Paulo acompanhar o julgamento do habeas corpus ao lado do ex-presidente Lula

| quarta-feira, 4 abril , 2018

O governador Wellington Dias (PT) confirmou nesta terça-feira (3) que irá a São Paulo acompanhar o julgamento do habeas corpus ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Nesta quarta-feira, o Supremo Tribunal Federal (STF) julga o pedido do ex-presidente em Brasília. A defesa de Lula quer garantir que ele não seja preso, mesmo após ter sido condenado na segunda instância a 12 anos e 1 mês de cadeia.

Em 2016, o STF decidiu permitir a prisão após a segunda instância, ou seja, antes que se esgotem todos os recursos possíveis na Justiça. O julgamento é um dos mais esperados e definirá a pré-candidatura do petista à presidência da República.

Depois da agenda do governador com a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, Welligton Dias anunciou que irá acompanhar votação do habeas corpus.

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, também confirmou que estará ao lado de Lula. “O Brasil acompanhará, neste dia 4, um momento histórico, um momento em que o Supremo Tribunal Federal, através de seus membros, terão que tomar uma decisão solene: o que vai valer? a Constituição ou conjunto de lobby, um conjunto de interesses e pressões, que estão sendo exercidas nesse momento”, disse o governador.

Segundo Wellington Dias é preciso ter esperança nas instituições. “Estamos confiantes que será garantida a aplicação de nossa Carta Magna e a lei será respeitada”.

“Eu confio que amanhã vá prevalecer a Constituição brasileira ou seja a presunção da inocência. Você é inocente até que prove o contrário. O que se deseja para o presidente Lula é que ele não esteja acima da lei, mas também que não esteja abaixo dela. Por essa razão nós queremos Lula livre”, disse Wellington Dias.

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com