contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Póximo petista a deixar governo é Antonio Neto

Ele é servidor do Banco Central e deve ir passar uma temporada em Brasília

| terça-feira, 31 dezembro , 2013

Após a entrega da carta de exoneração do deputado Merlong Solano do cargo de secretário estadual das Cidades, o próximo a deixar o governo Wilson Martins (PSB) deverá ser Antonio Neto, que preside a Agência Piauí Fomento.

Antônio Neto, hoje na Agência de Fomento

Antônio Neto, hoje na Agência de Fomento – Foto Cidade Verde

A informação foi confirmada pela presidente regional do PT, Regina Sousa. Segundo ela, Antonio Neto entregará o cargo por questões pessoais. “Ele é servidor do Banco Central e deve ir passar uma temporada em Brasília”, afirma Regina.

O irmão de Merlong, Maurício Solano, foi até o Palácio de Karnak na manhã desta segunda (30) protocolar a carta de renúncia. A saída foi uma decisão pessoal. “Merlong já vinha desde agosto manifestando o desejo de voltar para a Assembleia e a gente foi segurando. Mas ele já tinha comunicado antes mesmo dessa história de prazo [dia 02/01, prazo dado pelo governador para a reforma administrativa]. Ele vai montar o gabinete dele”.

Em sua página no Facebook, Merlong declarou que sua exoneração “deixa o governador a vontade para indicar secretário afinado com seu projeto eleitoral” e também fica a vontade para seguir as orientações do seu partido.

Os próximos ocupantes dessas secretarias não serão indicadas pelo PT. Regina explica que “depois dos últimos acontecimentos” o PT deixará o governador livre para escolher.

A reunião que aconteceria entre o governador Wilson Martins e o senador Wellington Dias (PT) neste final de semana não tem data nem certeza se realmente acontecerá.

Por outro lado, a cúpula do PT se reunirá no próximo dia 04 para discutir, entre outras pautas, a ocupação do governo e a pré-campanha eleitoral.

Leilane Nunes/  Cidadeverde.com