contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Prefeito nega que tenha procurado Ciro Nogueira

O Padre Walmir Lima explicou ainda que já havia avisado que não participaria de nenhum ato do qual Ciro participasse

| quinta-feira, 20 setembro , 2018

O prefeito de Picos, Padre Walmir (PT), rebateu as críticas do senador Ciro Nogueira (Progressistas) que o chamou de incompetente e preguiçoso ao reagir com aos ataques do gestor petista que decidiu declarar apoio a Wilson Martins (PSB), candidato ao Senado.

Padre Walmir negou que tem oferecido apoio ao senador: “Em nenhum momento eu procurei o senador Ciro para apoiá-lo ou mandei alguém, como ele disse, jamais fiz isso”, garantiu.

“Ele fala também que o Samu está desestruturado. O Samu, hoje, conta com a maior frota de ambulâncias se comparado a outros tempos, está regularizado, estamos recebendo repasses, conseguimos regularizar após sofrer penalização por problemas da gestão anterior que está com ele”, declarou.

O petista explicou ainda que já havia avisado que não participaria de nenhum ato do qual Ciro participasse: “Ele questiona minha ausência na caminhada, na verdade, eu já havia dito que não faria nenhuma caminhada, não participaria de nenhum ato político do qual ele participasse, justamente por me sentir ofendido por várias razões, entre elas, por ele ter sido um dos principais causadores do impeachment da presidente Dilma, consequência essa que levou o ex-presidente Lula a estar preso. Ainda acho uma falta de bom senso ele dizer que acha Lula um pai”, afirmou.

“A questão se dá justamente pelo fato de que um homem, pela inteligência dele, não aceitar, não compreender a ideia de que as eleições [em Picos] acabaram nas urnas, a insistência dele achar que pode mudar como fizeram com a presidente Dilma. Nós estamos trabalhando, mostrando resultado”, disse.

O gestor criticou a ausência de Ciro no município: “Picos nunca teve tantas obras inauguradas, tanta ação e, sobretudo, num tempo tão difícil em que não contamos com senadores, deputados. Nós não temos, no município, nenhuma ação apoiada por ele”, disparou.

O prefeito rebateu ainda sobre ter recebido um título que seria entregue a um animal: “Nós não conhecíamos o instituto, nós não fomos procurados, nós jamais pagamos, e é bom deixar bem claro, que essa mesma empresa concedeu título em outros tempos e momentos para o também ex-prefeito Gil Paraibano que ele [Ciro] está apoiando. Nós vamos entrar com ação contra a empresa”, alegou.

“Continuo trabalhando com todas as dificuldades, com honestidade, seriedade, sem perder minha honra, nem minha moral”, finalizou.

Por Wanessa Gomes/ GP1