contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Piauí recebe 135 mil doses de vacinas contra a Covid-19

As vacinas serão distribuídas aos municípios, pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), de acordo com a resolução da Comissão Intergestora Bipartite

| terça-feira, 20 julho , 2021

O estado do Piauí vai receber nesta terça-feira (20) e quarta-feira (21) 135 mil doses de vacinas contra a Covid-19. Esta é a maior quantidade de imunizantes entregue pelo Ministério da Saúde, para que a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) faça o repasse aos municípios.

Serão enviadas vacinas da FioCruz/AstraZenca, Butantan/CoronaVac e Pfizer. “Este é um número muito significante de doses que vai nos ajudar a avançar na imunização do povo piauiense. Contamos com a colaboração de todos para que procurem os postos de vacinação, no dia estabelecido pelo município para o seu grupo, e tomem seu imunizante”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

Chegarão, na tarde da terça-feira, às 15h30 no aeroporto Petrônio Portela, 17.500 doses das vacinas FioCruz/AstraZenca e 29.200 Butantan/CoronaVac. A noite, às 22h45, também aterrissa mais uma aeronave com 70.750 doses da FioCruz/AstraZenca. Na quarta-feira, às 15h30, estão previstas para chegar ao Piauí as 17.550 doses do imunizante da Pfizer.

“Já estamos preparando nossas equipes para que assim que todas as vacinas estejam em nosso estado sejam enviadas o mais rápido possível aos municípios. Pedimos aos gestores municipais, que assim que as receberem, organizem os seus calendários e apliquem os imunizantes”, reforça o gestor.

As vacinas serão distribuídas aos municípios, pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), de acordo com a resolução da Comissão Intergestora Bipartite (CIB), onde ficou estabelecido que todos os imunizantes, que chegarem ao estado serão divididas da seguinte maneira: 50% para a população em geral de 18 a 59 anos, não contempladas nos demais grupos, 30% para grupos estabelecidos Plano Nacional de Imunização e também para 20% dos serviços essenciais escolhidos pelos conselhos municipais de saúde.