contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Novo Governador Zé Filho promete continuar obras

O novo gestor enfatizou as dificuldades pelas quais passou nos últimos meses e agradeceu aos aliados

| sexta-feira, 4 abril , 2014

O atual governador do Piauí, Antônio José de Moraes Souza Filho (PMDB), 44 anos, durante discurso de posse fez um desabafo contra críticas e julgamentos que sofreu antes de assumir o mandato. Além do desabafo, o novo gestor garantiu a continuidade das obras iniciadas pelo ex-governador Wilson Martins (PSB), que renunciou para disputar o Senado Federal.

Fotos: Evelin Santos/Cidadeverde.com

Fotos: Evelin Santos/Cidadeverde.com

“De todas as lembranças de 44 anos vividos, a maior será o silêncio que vivi nesses dias sombrios, de mergulho em mim mesmo, em minha fé. Não me abalei com as críticas. Chega de tanta discórdia. O mundo está pesado de maus sentimentos. Temos que nos unir, verdadeiramente, para garantir o desenvolvimento do Estado e melhorar a vida das pessoas”, disse Zé Filho.

O novo gestor enfatizou as dificuldades pelas quais passou nos últimos meses e agradeceu aos aliados. “Não foram fáceis. Agradeço aos que me estenderam a mão nos momentos de provação. Estou agora inteiro e pronto para cumprir minha missão, o maior desafio de minha existência”, completou.

Ao dirigir-se a Wilson Martins, Zé Filho garantiu que dará continuidade às obras em andamento e que estará atento aos problemas do povo piauiense. “Estradas, escolas, praças, hospitais, mercados são obras que se concluem e que estão em andamento, mas com recursos assegurados para que sejam concluídas no prazo. Nosso governo olhará também por elas. Vamos dar continuidade ao Rodoanel e às duplicações iniciadas pelo governador. Não descuidarei de nenhuma obra, mesmo sabendo que algumas têm maior dimensão e precisam de mais tempo. O Piauí não pode parar”, destacou.

Zé Filho também se dirigiu à esposa, Juliana Moraes Souza, também ressaltando as críticas que tem recebido. “Juliana, aqui estou. Eu resisti, não deixei que o ruído da opinião alheia sufocasse minha voz interior. Tive coragem de seguir meu coração. Fui capaz de suportar o fardo mais pesado para ter direito a dar minha contribuição ao Estado. Muita gente duvidou, muita gente torceu contra”, lembrou. Nesse momento, o atual governador foi bastante aplaudido na Assembleia Legislativa.

Fonte: Cidade Verde