contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Nerinho deixa Secretaria para disputar Assembleia

A eleição está prevista para o próximo dia 1º de junho e o atual presidente, Temístocles Filho (PMDB), vai para mais uma reeleição.

| sexta-feira, 27 maio , 2016

O deputado José Icemar Lavor Néri, o Nerinho (PTB), confirmou na última segunda-feira, 23, em Picos, que vai mesmo se afastar da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet) para concorrer à presidência da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). A eleição está prevista para o próximo dia 1º de junho e o atual presidente, Temístocles Filho (PMDB), vai para mais uma reeleição.Nerinho confirma candidatura à presidência da Assembleia.

Nerinho disse que deve ter uma conversa com o governador Wellington Dias (PT), porém, independente do resultado do diálogo será candidato à presidente da Alepi. O parlamentar entende que a eleição está em cima, no entanto, sua decisão já está tomada, vai mesmo concorrer.

“O que digo é o seguinte: hoje eu sou candidato, tanto faz ter o apoio do governador, como não ter! Por quê? Nada contra o deputado Themístocles, nada contra sua administração! Acho que ele fez um excelente trabalho como presidente da Assembleia. Entretanto, ele já está há doze anos à frente daquela casa. Entendo que devemos ter alternância de poder! Vou colocar o meu nome nem que seja para ter só o meu voto” – anuncia Nerinho.

O parlamentar explica que sua decisão de disputar o cargo, nem que seja para ter apenas o seu voto, é para que a amanhã a sociedade não venha lhe cobrar e dizer que foi conivente com a perpetuação de poder do deputado Themístocles Sampaio. “Vou estar de cabeça erguida dizendo que fui contra” – ressaltou.

Apoio do governador

O petebista disse que para sua pretensão seria melhor contar com o apoio do governador Wellington Dias (PT), porém, entende que o momento delicado por que passa o país, a conjuntura política, é preciso compreensão. “Qualquer decisão do governador eu vou entender, mas, a minha posição pessoal ele também precisa entender” – alerta Nerinho (PTB).

O deputado explicou que ainda tentaram adiar a eleição para fevereiro de 2017. No entanto, como se tratava de uma Resolução da mesa diretora da Alepi, era preciso a aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) e, essa iniciativa não dava mais tempo. Diante disso, a votação foi mantida para o próximo dia 1 de junho.

Como exige a legislação em vigor, o deputado Nerinho terá que se afastar da secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico e reassumir seu mandato na Assembleia. Ele disse que isso poderá ser feito até mesmo no dia da eleição, 1º de junho, só precisa registrar o seu nome como candidato a presidente da casa. Caso não vença o pleito, seu desejo é retornar para a Sedet.

Reportagem José Maria Barros