contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Nerinho busca apoio para comandar Assembleia

O deputado defende que aquele partido que tiver maior bancada tenha o direito a uma diretoria de maior relevância

| quinta-feira, 20 novembro , 2014

O deputado reeleito Nerinho (PTB) disse no último final de semana em Picos que está buscando apoio dos colegas de bancada para sua candidatura à presidência da Assembleia Legislativa do Piauí. A votação ocorre no dia 1º de fevereiro de 2015, logo após a solenidade de posse dos novos parlamentares.minidindidido5555

Segundo Nerinho as articulações estão bem adiantadas. Ele disse que tem conversado com os amigos, com os deputados que permanecerão na casa. Também já entrou em contato com os colegas que vão assumir mandato pela primeira vez, apesar de terem tradição na política. No entanto, ressalta que é preciso, primeiro, resolver o problema dentro do próprio partido, o PTB, que tem três candidatos.

Pelo Partido Trabalhista Brasileiro pretendem concorrer à sucessão de Themístocles Filho (PMDB), os deputados Hélio Isaias, Fernando Monteiro e o próprio Nerinho. Dentre os partidos da base de apoio ao futuro governo Wellington Dias (PT), o PTB tem a maior bancada com cinco representantes.

“Eu pedi a oportunidade de presidir a casa, mesmo sabendo que o deputado Themístocles faz um relevante serviço. Melhorou a estrutura da Assembleia, colocou o povo mais próximo do legislativo criando a TV Assembleia e a FM Assembleia. Mas, já se passaram dez anos de poder e nós defendemos a alternância de poder e isso é salutar” – argumenta Nerinho.

Propostas

Na luta para chegar à presidência da Assembleia, uma das principais bandeiras de Nerinho é que um parlamentar não tenha direito à reeleição, que só fique dois anos no início da legislatura e, no máximo quatro quando foi eleito no segundo biênio, quando então poderá concorrer na próxima legislatura.

“O presidente eleito em 2017 poderá ficar no máximo quatro anos, mas jamais alguém vai ficar seis, oito ou dez anos” – ressalta Nerinho, acrescentando que tem outras propostas. Uma delas é analisar a estrutura administrativa da casa e dividir por participação dos partidos.

De acordo com Nerinho, aquele partido que tiver maior bancada terá direito a uma diretoria de maior relevância e assim sucessivamente. “Entretanto, tudo isso só poderemos fazer se nós do PTB, eu e os deputados Hélio Isaias e Fernando Monteiro entrarmos num entendimento, uma vez que o governador Wellington Dias quer que tenha um nome de consenso” – informou.

Embora o deputado Fábio Novo (PT) também tenha a pretensão de concorrer, Nerinho acredita que o próximo presidente da Assembleia deva sair dos quadros do PTB, que tem a maior bancada entre os partidos da base. Por isso, ele tem buscado o apoio dos colegas para ser esse nome de consenso e é nesse sentido que vai continuar trabalhando.

Fonte: Jornal de Picos