contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner mamba

Publicidade

Picos registrou 34 novos casos de hanseníase em 2022

Os dados são do Posto de Assistência Médica (PAM) que ao longo do mês de janeiro em parceria com a Secretaria de Saúde estão realizando diversas ações

| sábado, 21 janeiro , 2023

Em 2022, o município de Picos registrou 34 casos de hanseníase. Os dados são do Posto de Assistência Médica (PAM) que ao longo do mês de janeiro em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde estão realizando diversas ações em alusão ao Janeiro Roxo.

O que preciso saber sobre a hanseníase? - PartMed - A maior rede de  Clínicas Médicas do Brasil

A programação de ações de enfrentamento e conscientização ao tratamento precoce da doença serão desenvolvidas de 23 à 27 de janeiro.

O coordenador do Posto de Assistência Médica (PAM), Gilberto Valentim, explicou que a busca pelo diagnóstico diminui a cadeia de transmissão da hanseníase.

“Nós temos quase 70% desses casos na forma multibacilares, que são as formas contagiosas da doença e ainda temos muito a fazer para buscar essa demanda reprimida, diagnosticar casos existentes e diminuir a cadeia de transmissão da doença”, afirmou o coordenador.

O que é a doença?

A hanseníase é uma doença infecto contagiosa, causada pelo bacilo de Hansen, que ataca a pele e os nervos periféricos. Alguns sintomas da enfermidade são manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na pele, com perda da sensibilidade nos locais afetados, dor neural, principalmente nos nervos dos braços e pernas. Pessoas de todas as idades podem ser acometidas pela hanseníase, por isso a necessidade de atenção quanto aos sintomas é importante, para que haja o acompanhamento adequado, bem como o tratamento eficaz da doença.

A transmissão da hanseníase ocorre por meio de gotículas de saliva expelidas na fala, tosse ou espirro de indivíduos acometidos pela bactéria e que não estão em tratamento ativo da doença. O diagnóstico precoce da doença é de total importância para que não haja sequelas no paciente, além de diminuir a linha de contágio.

A campanha do Janeiro Roxo é de alta relevância para a conscientização da população acerca dos sintomas, tratamento e combate à hanseníase. No município de Picos, serão realizadas ações específicas de enfrentamento à doença, nos dias 23 a 27 de janeiro.

Confira a programação completa

Dia 23 – 8h – Abertura com atividade educativa e palestra para os usuários do Posto de Assistência Médica – PAM de Picos;
Dia 24 – 8h – Campanha para diagnóstico de casos novos de hanseníase no PSF Boa Vista;
Dia 25 – 14h – Workshop com palestra e mesa redonda sobre hanseníase, na Universidade Federal do Piauí – UFPI Campus de Picos, com a participação dos médicos Dr. Antônio Junior, Dr. Wildenberg Leal, e das Profªs, Dras. Suyane Freire, UFPI, e Conceição Portela, UESPI.
Dia 26 – 08h – Roda de conversa sobre prevenção de incapacidades com os usuários do Posto de Assistência Médica – PAM
Dia 27 – 08h – Campanha para diagnóstico de casos novos de hanseníase na UBS do bairro Boa Sorte.

Paula Monize / Cidade Verde