contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Mais de 100 mil pacientes foram beneficiados com transporte para tratamento

O Sistema Estadual de Transporte Eletivo (STE) transportou, em 2023, mais de 100 mil pacientes que necessitavam se deslocar até Teresina para realizar tratamento

| quarta-feira, 13 dezembro , 2023

O Sistema Estadual de Transporte Eletivo (STE) transportou, em 2023, mais de 100 mil pacientes que necessitavam se deslocar até Teresina para realizar tratamento médico pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Esse número soma-se aos 735 mil transportados ao longo dos sete anos de atividade do projeto.

Esse e outros dados serão divulgados pelo Relatório Anual de Atividades que será realizado, nesta quinta-feira (14), durante um café da manhã na sede do projeto, situada na Rua Pedro II, nº 2175, no bairro Cidade Nova.

O sucesso do STE é resultado de uma parceria estratégica entre o Governo do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), e a Associação Piauiense de Municípios (APPM). A Associação Reabilitar é responsável pela administração do projeto, que abrange 24 municípios, todos localizados no Território Entre Rios.

“A iniciativa não apenas proporciona acesso facilitado a tratamentos médicos especializados, mas também fortalece a integração entre os municípios e o estado, garantindo que os cidadãos recebam a assistência de saúde necessária. Hoje nós temos 23 ônibus com ar-condicionado e todos prontos para transportar os pacientes com segurança”, destaca o gerente operacional da equipe, Helton do Nascimento.

Os municípios contemplados pelo STE são: Miguel Alves, União, Lagoa Alegre, José de Freitas, Altos, Coivaras, Demerval Lobão, Nazária, Curralinhos, Lagoa do Piauí, Beneditinos, Miguel Leão, Monsenhor Gil, Palmeirais, São Pedro, Barro Duro, Água Branca, Santo Antônio, São Gonçalo, Hugo Napoleão, Jardim do Mulato, Angical, Regeneração e Amarante.

Para ter direito à passagem de ida e volta, a pessoa deve solicitar o agendamento na Secretaria da Saúde do seu município e apresentar o comprovante da marcação do procedimento médico junto ao SUS. Nos casos em que há a previsão legal, também é garantida a passagem de um acompanhante.