contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Lenda do Cabeça de Cuia vai ganhar filme

A obra de Carlos de Holanda conta a história de uma maneira diferente, valorizando o lado lúdico

| quarta-feira, 20 novembro , 2013

É através da arte que muitos piauienses buscam divulgar as belezas da nossa terra. Com esse pensamento o escritor e cineasta Carlos de Holanda lançou no último sábado (16), na Casa da Cultura, o livro “Cabeça de Cuia- A Lenda”, em que conta a história de uma das lendas mais conhecidas da cidade. Na mesma ocasião foi lançado o projeto do filme com o mesmo tema.

eeeeeeeeeee

A conhecida lenda do folclore piauiense conta uma história bem controversa. Certo dia o pescador Crispin retorna para casa sem conseguir pegar nenhum peixe e mata a mãe que lhe havia oferecido como refeição apenas um “corredor” (fêmur) de boi sem carne. Antes de morrer ela roga-lhe a praga de viver encantando em forma de monstro no fundo dos rios Poti e Parnaíba enquanto não “tragar sete Marias virgens”.

A obra de Carlos de Holanda conta a história de uma maneira diferente, valorizando o lado lúdico e enaltecendo pontos turísticos. O conteúdo é um tripé, com duas narrativas, uma folclórica e outra ufológica. O terceiro ponto é um documento cinematográfico mostrando os pontos e atrativos culturais e históricos da capital. O livro contém fotos e ilustrações do próprio autor.

Além do livro, os piauienses aguardam com ansiedade o projeto do filme que vai contar a saga de Crispin. O longa, que ainda está em fase de produção, promete uma estrutura audaciosa. São 46 atores em cena, além dos mais de 70 figurantes. No filme, Solange, Luana, e Mariana são estudantes de história de Goiás. As três decidem que nas férias querem conhecer um pouco da história, cultura, turismo, lendas e folclore de Teresina, principalmente a lenda do cabeça de cuia. Além de aproveitar a viagem para conhecer novos horizontes da cultura, elas também aproveitam os pontos e atrativos turísticos do lugar. As filmagens devem começar em dezembro e a previsão é de duração de quatro meses.

Os protagonistas são: Francisco Neto (Crispim), Maria Aparecida (Mãe de Crispim), Messyas Rhennyk (Venturine, contador de lorotas), Alline Vieira (Teresa Maria), Shismael (Ricardo Castro), Kelly Duarte (Solange) e Madalena Souza (Mariana). O filme tem a Direção de Fotografia de Cândido Neto, Direção de Cena de Marcelo Rego, Direção de Arte de Neide Holanda e roteiro de Carlos de Holanda.

Fonte: FMC/Fundação Monsenhor Chaves/Piauí Brasil