contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner mamba

Publicidade

Justiça decreta prisão do suspeito de matar adolescente

Mensagens revelaram que Egnaldo da Silva atraiu a vítima e uma enteada para uma barragem com a promessa de que seriam presenteadas com um celular

| segunda-feira, 4 dezembro , 2023

A Justiça decretou nesta segunda-feira (4) a prisão preventiva de Egnaldo da Silva, 26 anos. Ele foi preso em flagrante no último domingo (3), suspeito de estuprar e assassinar Jeniffer Wenddy Barbosa Luz, 13 anos, em uma área próxima a uma barragem na cidade de Avelino Lopes, no sul do estado.

A adolescente foi morta a pauladas no último sábado (2), após se recusar a ter relações sexuais com Egnaldo da Silva. “Ele negou a tentativa de estupro e falou que a causa do homicídio foi porque ela teria lhe chamado de corno, mas sabemos que não foi isso que aconteceu”, informou o delegado César Gomes.

Mensagens no celular de Egnaldo da Silva revelaram que ele atraiu a vítima e uma enteada, também de 14 anos, para uma barragem com a promessa de que seriam presenteadas com um celular. Ao chegar ao local, as jovens foram agarradas e uma delas conseguiu se desvencilhar e fugir.

“Em posse da outra adolescente, o autuado tentou implementar um estupro, mas sem sucesso. Ato contínuo, se valendo de um tronco de árvore, desferiu vários golpes no rosto da adolescente, causando-lhe a morte. Não houve relação sexual, mas mesmo assim se configura o crime de estupro”, pontuou o delegado.

Egnaldo da Silva agora será encaminhado para uma unidade prisional em Bom Jesus, onde responderá ao processo preso. A Polícia Civil deve concluir o inquérito e indiciá-lo por homídio qualificado e estupro. “Vou relatar e enviar para que o Ministério Público faça a denúncia”, finalizou a autoridade policial.

Fonte: Cidade Verde