contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

“Justiça com as próprias mãos” – por Odorico Carvalho

O jornalista e advogado comenta o crescimento da violência praticada por pessoas incitadas por segmentos dos meios de comunicação

| sexta-feira, 13 fevereiro , 2015

Ontem em Teresina houve um linchamento. Antes já tinham ocorrido outras tentativas, mas essa de ontem resultou num assaltante morto. Nos canais de TV da capital, apresentadores mal disfarçavam a satisfação com o fato. E diziam que a população não aguenta mais, como a justificar que se faça justiça com as próprias mãos.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A princípio, como somos humanos, cada vez mais nos assustamos com a ousadia, a crueldade e falta de respeito pela a vida alheia que esses bandidos, cada vez mais jovens, demonstram. Mas daí a partirmos para aplicação de penas ao sabor da turba, nas ruas, é uma longa distância. A aplicação da lei de talião, o olho por olho, dente por dente, antes de resolver o problema da violência, geraria um país de caolhos e desdentados.

Sabemos que muitos julgamentos feitos por senhores togados resultam em grandes injustiças, imagine quando a turba, movida a ódio, acusa, julga e condena a seu bel prazer. Basta lembrar o que ocorreu com o maior injustiçado da nossa história, Jesus Cristo, que, colocado por Pilatos diante da turba enfurecida e perguntado se deveria soltá-lo ou libertar Barrabás, o bandido, a turba gritou: libertem Barrabás, libertem Barrabás.

Os programas de TV incitam a população ao ódio extremo todos os dias. Programas como o de Datena fazem apologia à violência. Mas é lamentável que a imprensa de nosso estado, em vez de condenar, faça o incentivo velado aos linchadores.

*Odorico Carvalho é advogado e jornalista, atualmente é diretor da TV Picos