contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Ídolo do futebol picoense faz jogo em prol da SEP

O atacante Leonardo retorna a Picos para participar de um grande jogo festivo em prol da arrecadação de fundos para SEP

| quinta-feira, 16 janeiro , 2014

O atacante Leonardo, maior ídolo do futebol piauiense, retorna a cidade de Picos nesse sábado (18/01) para participar de um grande jogo festivo em prol da arrecadação de fundos para a Sociedade Esportiva de Picos, clube que o revelou em 1991.

O atacante irá trazer consigo os colegas e ídolos do futebol nordestino Chiquinho (ex-Vasco, Botafogo e Sport), Marquinhos (ex-SEP, Sport e Friburguense) e Geraldo (tricampeão pela SEP: 1994, 1997 e 1998).

Leonardo é considerado um dos maiores craques da História - Foto: Ascom

Leonardo é considerado um dos maiores craques da História – Foto: Ascom

O jogo está marcado para as 19h, no estádio municipal Helvídio Nunes (o “Gigantão da Malva”). O adversário dos “Amigos de Leonardo” será o time “Estrelas da SEP”, composto por ex-atletas que também marcaram história no Zangão como Miolinho, Natinho, João Arquino, Pedrinho, Bertim, Sérgio Luis, Difrank, Osmarildo, dentre outros.

Após essa grande partida, a nova diretoria da SEP apresentará à torcida todo o plantel da equipe feminina que já se encontra em intenso treinamento para a estreia na Copa do Brasil 2014, que ocorre no dia 29 deste mês.

AMOR POR PICOS

Segundo o presidente administrativo da SEP, Dr. Gláuber Silva, ao saber do novo projeto do clube, Leonardo entrou em contato com os dirigentes e se mostrou disponível em colaborar no que for possível para a retomada vitoriosa do time.

“Estamos sempre em contato com Leonardo e, segundo ele, a SEP é sua grande paixão. Ele virá a Picos fazer esse jogo amistoso neste sábado em benefício do Zangão, além de se confraternizar com amigos, familiares e torcedores da sua cidade natal”, informou Gláuber.

CARREIRA VITORIOSA

Leonardo, após brilhar pelo Zangão no início da década de 90, foi transferido para o Sport de Recife onde fez uma carreira gloriosa e conseguiu ser até hoje um dos atacantes mais reconhecidos por aquela torcida. O craque picoense marcou 133 gols e é o 3º maior artilheiro da história do “Leão da Ilha”.

O menino pobre de Picos, nascido no bairro Malva e filho de um conhecido sapateiro (Sr. Chico Belo), cresceu rápido no futebol: foi contratado e destacou-se pelo Vasco da Gama, Palmeiras, Corinthias, Cruzeiro, Atlético-MG, Vitória-BA, Santa Cruz-PE, Central de Caruaru, Guarani de Sobral, dentre outros times grandes. Sem falar no Benfica de Portugal e em clubes do futebol iraniano, onde o jogador teve passagens rápidas. 

O atacante revelado em Picos chegou até ser convocado pelo técnico Zagalo para a Seleção Brasileira, em 1995, no torneio de Toulon, na França. O picoense jogou ainda na Seleção Sub-21, em 1994, onde se apresentou para o mundo do futebol com sua ginga e velocidade no campo de ataque. (Ascom)