contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

IBGE estima aumento de habitantes no Piauí

No último senso o Piauí tinha 3 milhões 194 mil 718 habitantes. Na nova estimativa, o Estado terá 3 milhões 204 mil e 28 habitantes

| sexta-feira, 28 agosto , 2015

O Piauí aumentará sua população residente em mais de 9 mil habitantes no ano de 2015, segundo o IBGE. O Instituto divulgou as estimativas das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros com data de referência em 1º de julho de 2015.

No último senso a população do Piauí é de 3milhões 194 mil 718 habitantes. Na nova estimativa, o Estado terá 3 milhões 204 mil e 28 habitantes, tendo um aumento de 9 mil 310 habitantes.

No levantamento, o município de Miguel Leão está entre as cidades menos populosa com 1.235 habitantes. Em Miguel Leão foi encontrada a maior roça de plantio de maconha do Nordeste.

A Ride (Região Integrada de Desenvolvimento da Grande Teresina) está na 24º região metropolitana com 1 milhão 194 mil 911. Somente a capital, segundo o IBGE, possui este ano 844.245 habitantes.

No Brasil

Estima-se que o Brasil tenha 204,5 milhões de habitantes e uma taxa de crescimento de 0,87% de 2014 para 2015. O município de São Paulo continua sendo o mais populoso, com 12,0 milhões de habitantes, seguido pelo Rio de Janeiro (6,5 milhões), Salvador (2,9 milhões) e Brasília (2,9 milhões). Dezessete municípios brasileiros possuem mais de um milhão de habitantes, somando 44,9 milhões de habitantes ou 22,0% da população total do Brasil.

No ranking dos estados, os três mais populosos localizam-se na região Sudeste, enquanto os três menos populosos localizam-se na região Norte. O estado de São Paulo, com 44,4 milhões de habitantes, concentra 21,7% da população total do país. O estado de Roraima é o menos populoso, com 505,7 mil habitantes (0,2% da população total), seguido do Amapá, com 766,7 mil habitantes (0,4% da população total) e do Acre, com 803,5 mil habitantes (0,4% da população total).

Aumento 

O Piauí possui três municípios dentre os que mais tiveram crescimento em sua população. Eles são Juazeiro do Piauí, São Julião e Brejo do Piauí, que ocupam o 2º lugar, o 4º e o 10º entre os que mais aumentaram os números de habitantes. Em Juazeiro, o acréscimo chegou a 11,23% de um ano para o outro – 2014 para 2015, segundo estimativa do órgão. O IBGE explica os aumentos significativos na maioria dessas cidades devido a alterações territoriais que resultaram em remanejamento populacional. Ou seja, o aumento não tem relação apenas com a taxa de natalidade registrada no município.

Redução populacional

Dos 5.570 municípios, 24,5% (1.364 municípios) apresentaram taxas de crescimento negativas, ou seja, redução populacional de 2014 para 2015. Mais da metade dos municípios brasileiros (52,6% ou 2.930 municípios) apresentou crescimento que variou entre 0,0% e 0,9% e 271 municípios (4,9%) apresentaram crescimento igual ou superior a 2,0%. Apenas 65 municípios apresentaram crescimento superior a 3,0%.

O grupo de municípios com até 20 mil habitantes apresentou maior proporção de municípios com redução populacional ou crescimento de até 0,5%. Já o grupo de municípios com mais de 100 mil habitantes apresentou maior número proporcional daqueles com taxas de crescimento superiores a 1%.
Existem, ainda, diferenças marcantes entre as grandes regiões. O Norte e o Centro-Oeste são as regiões que possuem as maiores proporções de municípios com taxas altas de crescimento (acima de 1%). Por outro lado, o cenário da região Sul apresenta maior proporção de municípios com taxas negativas de crescimento.

Fonte: Cidadeverde.com