contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Grupo de Trabalho apresenta diagnóstico sobre Intermodal

O projeto do Intermodal do Vale do Parnaíba consiste na construção de um anel viário para interligar todo o Piauí até a região do Cerrado

| quarta-feira, 6 março , 2024

O Grupo de Trabalho Intersetorial Temporário (GTIT) se reuniu, na manhã desta terça (05), para apresentar um diagnóstico inicial e pontos de atenção sobre o projeto Intermodal. O objetivo é seguir com o monitoramento do desenvolvimento dos estudos do Projeto Integrador Intermodal do Piauí, que irá conectar o Cerrado piauiense ao Porto de Luís Correia.

Com coordenação da Secretaria de Planejamento (Seplan), o GTIT conta com integrantes da Companhia Ferroviária e Logística do Piauí (CFLP), Agência de Atração de Investimentos Estratégicos do Piauí (Investe Piauí), Secretaria de Administração do Estado do Piauí (Sead) e a Secretaria de Governo do Estado do Piauí (Segov).

O secretário da Seplan Washington Bonfim, afirmou que o intermodal será importante não apenas para a soja, mas também para outros produtos, especialmente pela possibilidade da verticalização comercial.  “Se eu tenho soja, eu posso ter o farelo de soja, a margarina, posso ter produtos industrializados, o frigorífico de frango, posso ter agroindústrias ligadas a esses setores. Aí estou verticalizando, agregando valor, porque parte não vai ser exportada, vai gerar emprego no próprio Piauí”, explicou.

O Grupo, que se reúne quinzenalmente, irá situar os agentes do Governo do Piauí e outros agentes públicos ligados ao projeto, que atuam de forma direta ou indireta no Projeto Integrador do Intermodal do Vale do Parnaíba, para que realizem ações integradas para o desenvolvimento das próximas etapas do Intermodal e sua implementação efetiva.

Intermodal do Vale do Parnaíba

O projeto do Intermodal do Vale do Parnaíba consiste na construção de um anel viário para interligar todo o Piauí até a região do Cerrado, no sul do estado, para o transporte de grãos; uma hidrovia para o escoamento de mercadorias por meio do rio Parnaíba; e a união da via ferroviária de Teresina a Luís Correia, chegando ao Porto no município.