contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner mamba

Publicidade

Estado fará pagamento do Fundef em fevereiro

Segundo o secretário de fazenda, os R$ 107 milhões já estão depositados na conta do governo e o planejamento do pagamento está sendo feito

| sábado, 28 janeiro , 2023

O secretário Estadual de Fazenda, Emílio Júnior, confirmou que o governo fará o pagamento do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério) em fevereiro.

Segundo ele, os R$ 107 milhões já estão depositados na conta do governo e o planejamento do pagamento está sendo feito.

“O pagamento será em fevereiro para os professores e estamos adotando todas as providências”, disse Emílio Júnior.

Na quinta-feira(26), a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) fez um teste com ATI (Agência de Tecnologia da Informação) e disponibilizou um link com os contracheques dos professores que irão receber o Fundef. Como o link saiu do ar, os professores ficaram em dúvidas sobre a data do pagamento. O governo disse que o link oficial será divulgado na próxima semana.

O governo do estado reafirmou que fará o pagamento do Fundef e que todos que terão direito ao precatório vão receber.

Os professores que estão fora da rede, ou seja, aqueles que já se desligaram da Secretaria de Educação, terão que fazer uma atualização cadastral para receber o dinheiro. A Seduc e ATI vão providenciar o link oficial para que as pessoas tenham acesso ao seu direito. Os professores que têm conta ativa e estão na rede vão receber direto na conta salário.

No estado, mais de 46 mil matriculas, equivalente a 25 mil professores, terão direito ao precatório.

A comissão do Fundef divulgou que terão direito ao precatório somente os professores que trabalhavam na rede de 1 janeiro de 1997 a dezembro de 2006.

Quem tem direito:

Professores “seletistas”, bolsistas, temporários, aposentados, pensionistas e herdeiros.

Período trabalhado:

Que estavam na rede de janeiro de 1997 a dezembro de 2006.

Como será pago:

O servidor da rede receberá na sua conta e o servidor que saiu da rede precisa fazer um cadastro disponibilizado no site da Seduc.

Por Yala Sena/ Cidade Verde