contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Dilma anuncia 12 milhões de vagas no Pronatec

Através do investimento, serão ofertados pelo Governo Federal 220 cursos técnicos e 646 cursos de qualificação a partir de 2015

| quarta-feira, 18 junho , 2014

Depois de reiterar que o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) atingirá marca de 8 milhões de matrículas até o fim de 2014, a presidenta Dilma Rousseff ampliou objetivo da segunda etapa. Com experiência adquirida, ela defendeu que o Pronatec 2, lançado nesta quarta-feira (18), no Palácio do Planalto, oferecerá 12 milhões de vagas em 220 cursos técnicos e 646 cursos de qualificação a partir de 2015.2323

“Temos clareza da importância da segunda etapa do Pronatec. Temos clareza porque sabemos o nível de demanda. (…) Por isso, nós falamos em 12 milhões com a certeza de que esse número é viável. É viável porque nós demonstramos ao longo desse período e construímos a nossa curva de aprendizado. Nós, hoje, sabemos como se faz. Nós, hoje, podemos melhorar muito o Pronatec”, constatou.

A presidenta ainda reforçou três características principais do Pronatec: qualidade dos cursos, na parceria com o Sistema S (Senai, Senac, Senar e Senat) e Institutos Federais de Educação; diversidade dos cursos técnicos e de qualificação profissional; e gratuidade dos cursos. Dilma considera que a oferta dos cursos sem custo para matriculados teve papel decisivo na quantidade de vagas preenchidas, além de ter sentido inclusivo social e econômico.

“Acredito que o Brasil deu um grande passo. Precisamos olhar e focar na questão da produtividade da economia. E ela é Pronatec, é inovação de alta complexidade e investimento em infraestrutura. O Brasil precisa desse salto. O Pronatec é esse lugar especial onde se une social e econômico. Porque cada vez mais nosso país terá que será integrado por técnicos, cientistas e pesquisadores. Mas temos que ter técnicos capazes de agregar valor ao produto e renda a família”, analisou.

Na cerimônia, o ministro da Educação, Henrique Paim, lembrou da determinação da presidenta em priorizar a formação empreendedora no Pronatec. Por conta disso, afirmou que o governo se articulou com Sebrae e outras instituições para trabalhar conteúdos específicos e ofertar cursos voltados para a questão de micro e pequenas empresas e para o Microempreendedor Individual (MEI).

Fonte:Blog do Planalto