contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Pro sol

Publicidade

Definido local para a realização do Projeto “Olhar Bem”

O Campus da Universidade Estadual do Piauí, na cidade de Picos sediará o mutirão de combate catarata de 01 a 07 de dezembro.

| sábado, 24 outubro , 2015

Mais uma etapa para a realização do projeto “Olhar Bem” no município de Picos foi concluída na manhã desta sexta-feira, 23. O secretário municipal de saúde, José Venâncio, e sua equipe visitaram as instalações da Universidade Estadual do Piauí, Campus de Picos, onde sediará o mutirão de catarata de 01 a 07 de dezembro. Estiveram presentes também a Diretoria de Unidade de Controle, Avaliação, Regulação e Auditoria (DUCARA), Roselia de Carvalho, o jornalista e diretor da instituição, Evandro Alberto.

?????????????

Equipe visita as instalações – Foto: Marcos Valério

De acordo com o secretário municipal de saúde, José Venâncio, o espaço diferenciado, acopla salas de aula, bibliotecas, refeitório, espaço de lazer e é ideal para a realização do evento. “Hoje estamos visitando a UESPI para conhecer as instalação e planejarmos as ações que serão desenvolvidas durante os sete dias de atendimento, o próximo passo agora é formarmos a equipe que irá coordenar e logo em seguida nos reunirmos com os parceiros, lembrando que o Olhar Bem é fruto de uma parceria entre o governo do estado, a prefeitura municipal de Picos e a secretaria municipal de saúde,”, ressaltou o titular da pasta, José Venâncio.

Equipe do Olhar Bem.

Estarão envolvidos no projeto os territórios Vale do Guariba, Vale do Sambito e Vale do Canindé. A ação tem como objetivo facilitar o acesso da população ao tratamento oftalmológico e pretende realizar 1.500 cirurgias, atendendo a população de Picos e região. A expectativa é que sejam atendidas 200 pessoas por hora, totalizando mil por dia. Os pacientes passarão inúmeras salas – responsáveis pelo diagnóstico e tratamento de cada um. Os pacientes previamente inscritos pelas secretarias municipais de saúde serão atendidos nas instalações da UESPI por uma equipe especializada. Na ocasião, passarão por exames e, aqueles que tiverem a catarata diagnosticada, já sairão com a cirurgia agendada.

Foto: Marcos Valerio