contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Crescimento da arrecadação do Piauí foi de 45,51%, em 4 anos

Só em 2013, a arrecadação estadual atingiu a marca de R$ 2,964 bilhões, até o mês de novembro

| segunda-feira, 20 janeiro , 2014

Equipe da Sefaz (Foto: Ascom Sefaz)

Equipe da Sefaz (Foto: Ascom Sefaz)

O monitoramento das metas da modernização na área de arrecadação e do controle das despesas, com planejamento e acompanhamento permanentes, possibilitou entre outros avanços, o aumento na capacidade de investimentos do Piauí, sobretudo em relação aos investimentos com recursos próprios do Estado. Nos últimos 4 anos, o crescimento nominal da arrecadação do Piauí foi de 45,51%.

Em 2013, a arrecadação estadual atingiu a marca de R$ 2,964 bilhões, até o mês de novembro. O dado indica crescimento nominal de 12, 15% em relação ao ano anterior, quando a arrecadação era de R$ 2,644 bilhões, o que permitiu a execução de obras fundamentais que utilizaram recursos da arrecadação própria do Estado, como a Transcerrados, Rodoanel e Nova Potycabana.

“Estamos nos organizando, planejando melhor as receitas e despesas, para cumprir o nosso papel de zelar pela realização das receitas tributárias, prova disso é que hoje o Piauí tem uma situação fiscal confortável, consegue honrar os compromissos e agora está podendo investir mais, inclusive utilizando os recursos do próprio Tesouro Estadual”, afirma o governador Wilson Martins.

Modernização do fisco

Ao todo, a Secretaria Estadual da Fazenda investiu R$ 4.824.583 em 2013, para a modernização do fisco. Segundo a superintendente da Despesa da Sefaz-PI, Jaqueline Oliveira, para atingir os resultados positivos na arrecadação estadual, foi necessário investir na capacitação de servidores, aquisição de novos equipamentos de tecnologia e sistemas informáticos para monitoramento de contribuintes. Além disso, foi preciso adequar também o atendimento realizando reformas de Postos Fiscais e novas Unidades de Atendimento.

“Em 2013, investimos R$ 995 mil na modernização de nosso Banco de Dados e R$ 80.000,00 na capacitação de nossos servidores, e neste quesito estamos ofertando cursos de aperfeiçoamento e especializações, além de termos investido R$ 1 milhão em equipamentos para melhorar as condições de trabalho dos servidores. Queremos um fisco moderno para ampliar nossas receitas e viabilizar novos investimentos para os piauienses”, ressalta Jaqueline.

Reportagem Julianny Nunes