contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Coligação governista terá maior tempo de propaganda

Por conta dessa diferença, os candidatos tem buscado alternativas para conseguir apresentar seus projetos de governo e conquistar os eleitores

| terça-feira, 15 julho , 2014

Com a coligações definidas, os partidos agora se organizam para o iníco da propaganda eleitoral no radio e na televisão. No Piauí, segundo projeção feita pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o candidato a reeleição Zé Filho (PMDB) terá o dobro o tempo de propaganda em relação ao candidato petista, Wellington Dias. Por conta dessa diferença, os candidatos tem buscado alternativas para conseguir apresentar seus projetos de governo e conquistar os eleitores indecisos.eleicao-22-11-20134444

A coligação “Piauí do Coração”, encabeçada por Zé Filho terá 12 minutos. Já a coligação “A vitória com a força do povo”, que tem Wellington Dias como candidato a governado terá seis minutos.

Para Wellington Dias o tempo de propaganda não importa. “Em 2002, tínhamos apenas três minutos e conseguimos ganhar a eleição no primeiro turno”, disse o senador petista.

Para Sílvio Mendes (PSDB), candidato a vice governador, o tempo dos candidatos deveria ser igual, como acontece quando a eleição chega ao segundo turno.

Já Daniel Solon (PSTU), candidato ao governo do estado, a desigualdade de tempo prejudica a campanha, mas estimula o uso das redes sociais. “O tempo desproporcional denuncia que esse sistema eleitoram não é democrático. O tratamento é desigual”, afirma.

Mão Santa terá um minuto e 30 segundos e os candidatos Maklandel Aquino (Psol), Daniel Solon (PSTU), Lourdes Melo (PCO) e Neto Sambaíba (PPL) terão penas 30 segundos cada.

Depois de calcular o tempo de cada coligação, o TRE deve realizar um sorteio para definir a ordem de apresentação das coligações. O prazo final encerra no dia 12 de agosto para o TRibunal Superior Eleitoral (TSE) tennha tempo hábil de elaborar o plano de mídia das exibições no rádio e na televisão.

A propaganda eleitoral gratuita inicia no dia 19 de agosto.

O tempo que cada coligação tem na propaganda eleitoral é resultado da soma do tempo de todos os partidos que a compõem. No caso de Zé Filho são 18 partidos (PMDB, PSDB, PSB, PRB, PDT, PSL, PTN, PPS, DEM, PSDC, PMN, PTC, PSD, PC do B, PT do B, PV e PEN) contra nove na coligação de Wellington Dias (PT, PP, PTB, PHS, PR, PROS, PRP, SDD, PRTB) e apenas dois na coligação de Maklandel Aquino (Psol e PCB).

Fonte: cidadeverde.com