contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Bolsa Família:15 milhões frequêntam escola

Resultado da condicionalidade de educação, em junho e julho, é de 96,1% do total de alunos acompanhados. Os dados são do Ministério da Educação

| segunda-feira, 22 setembro , 2014

Nos meses de junho e julho deste ano, 15 milhões de crianças e jovens de 6 a 17 anos beneficiários do Bolsa Família cumpriram a frequência escolar mínima exigida pelo programa. Eles representam 96,1 % dos 15,6 milhões de alunos que foram acompanhados na condicionalidade de educação. Os dados fazem parte do Sistema Presença, do Ministério da Educação. 

O melhor resultado foi verificado na região Norte, onde 98,8% dos estudantes acompanhados cumpriram a frequência escolar, seguido pelo Nordeste, com 97,5%. Em relação aos estados, o melhor resultado foi obtido pelo Pará, com 99,4%. E Tocantins e Amapá apresentaram 99,3% de cumprimento. 

Veja aqui o resultado do acompanhamento por município

Por meio do acesso à educação, as crianças e jovens têm maior possibilidade de almejar uma vida melhor, com acesso ao mercado de trabalho, ao se tornarem adultos. O compromisso das famílias participantes do programa de transferência de renda, para que continuem recebendo o benefício, é manter todas as crianças e os adolescentes entre 6 e 17 anos devidamente matriculados em escolas. Aqueles que têm entre 6 e 15 anos devem ter frequência escolar mensal mínima de 85% da carga horária. Já os jovens entre 16 e 17 anos devem comparecer a 75% das aulas, no mínimo.

Caso a criança ou jovem mude de escola, o responsável pelo Bolsa Família deve informar à gestão municipal do programa. Os alunos com frequência inferior ao mínimo podem ser acompanhados pela equipe de assistência social das prefeituras, para que os problemas que causam a ausência deles possam ser resolvidos e a família continue recebendo o benefício.