contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Abastecimento do SISAR de Picos será modelo para o Estado

Atualmente o SISAR Picos administra 58 sistemas, distribuído em 29 municípios, atendemos uma população de 15 mil ligações ativas que é aproximadamente 55 mil pessoas

| quarta-feira, 15 junho , 2022

A governadora Regina Sousa esteve em audiência nesta terça-feira (14) com a Secretaria de Planejamento, Rejane Tavares, o presidente do Instituto de Águas, Magno Pires e o gerente do Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar) de Picos, Jairo Bezerra e o secretário de governo, Antonio Neto, no Palácio de Karnak, em Teresina.

Na oportunidade foi apresentado um planejamento na perspectiva de firmar parcerias com bancos estrangeiros para a captação de recursos para a replicação do modelo do Sisar Picos em regiões do Semiárido.

O gerente Jairo Bezerra destacou que o Sisar Picos é uma experiência extremamente exitosa de gestão de água em comunidades rurais que garante água tratada 24h por dia. “Atualmente o SISAR Picos administra 58 sistemas, distribuído em 29 municípios, atendemos uma população de 15 mil ligações ativas que é aproximadamente 55 mil pessoas”, explicou.

O Sisar Picos é uma organização sem fins lucrativos formada pelas associações comunitárias que, após investimento inicial do Governo em parceria com outras instituições para estruturação do sistema, assume a gestão compartilhada e a responsabilidade de manutenção, otimização e ampliação da estrutura de seus sistemas, insumos e capacitação social.

A secretaria de Planejamento, Rejane Tavares, explicou que está sendo feita a elaboração de cartas consultas de novas operações de crédito. “O Jairo, que é da Sisar de Picos, trouxe para gente a experiência bem sucedida que está sendo feita na região, pois estamos nesse momento elaborando algumas cartas consultas de operações de crédito.

Como temos tido a orientação da governadora de que a prioridade tem que ser água, temos duas cartas de crédito na Região Semiárido e no sul do Piauí, na Chapada das Mangabeiras, onde a questão do saneamento rural e de sistemas de abastecimento coordenados pela comunidades estão sendo uma da propostas principais para que possamos atuar nessa área crítica que é abastecimento de água em comunidades mais isoladas. É um programa que tem sustentabilidade ambiental e social que estimula o processo de organização das comunidades”, disse Rejane Tavares.

Na ocasião, a governadora destacou que a água é um recurso muito importante e que precisa de total atenção e prioridade por parte do Estado. “A água para consumo e também para a produção da agricultura familiar de subsistência tem que ser prioridade”, comentou Regina Sousa. A governadora disse que em sua próxima viagem à região de Picos quer conhecer de perto o sistema e visitar as comunidades beneficiadas pelo SISAR.