contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Wilson quer garantias do PMDB para deixar o governo

O governador quer que o PMDB apresente uma alternativa, caso o vice-governador Zé Filho não deslanche nas pesquisas

| terça-feira, 26 novembro , 2013

O governador Wilson Martins (PSB) quer garantias para deixar o Governo. Ele quer que o PMDB apresente um plano B, uma alternativa, caso o vice-governador Zé Filho (PMDB), assuma o governo e não deslanche nas pesquisas. Wilson demonstrou preocupação com o desempenho de Zé Filho nas pesquisas de intenção de votos. O PMDB vai realizar pesquisas de intenções de votos e fazer simulações para averiguar a situação e a performance do vice governador Zé Filho junto à opinião pública.

Governador Wilson Martins - Foto: Portal AZ

Governador Wilson Martins – Foto: Portal AZ

Além disso, a assunção de Zé Filho ao Governo ainda provoca a cisão da base governista. Da sustentação do governo saem o PT, PTB, PP e PDT, tão logo Wilson Martins deixe o governo. E isso preocupa o governador.

O deputado federal Ma rcelo Castro, presidente da executiva estadual do PMDB, assegurou que não haverá plano B e que é a vez do PMDB, por direito, disputar a reeleição. “Estamos cansados de ser auxiliares de outros partidos. O PMDB quer ser protagonista. “, declarou Marcelo. Mas o deputado titubeou quando o nome apresentado para substituir Zé Filho, foi o dele.

Na avaliação dos peemedebistas, foi assim também com Wilson Martins que tinha baixíssimas intenções de votos no inicio da campanha e depois deslanchou. É a mesma coisa com o Zé Filho. Para eles, na pior das hipóteses o governador no cargo teria no mínimo 25% das intenções de votos.

Para Marcelo é um direito adquirido de Zé Filho, assumindo o Governo, ser candidato à reeleição e é a chance do PMDB voltar ao poder. “Não podemos perder esta chance. E a militância e as lideranças do partido cobram isso.”, comentou.

Em nenhum momento, o deputado fala sobre a possibilidade dele ser o candidato alternativo do partido. Até porque a discussão interna deste assunto há algum tempo atrás levou a um clima ruim dentro do partido.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, revelou que tudo será avaliado com base em pesquisas de intenções de votos que o PMDB contratou para serem feitas a partir da próxima semana, já em dezembro. A avaliação leva em conta cenários políticos diferentes para avaliação popular.

Uma decisão sobre a sucessão vai levar em conta os resultados das pesquisas.

As intervenções do vice-governador na mídia, por ocasião de ações da FIEPI, já fazem parte de uma estrat3egia do partido e do próprio Zé Filho para melhorar a imagem pública. Ele aparece como realizador e empreendedor.

Fonte: Portal AZ