contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Wellington Dias começa negociar base com partidos

No terceiro mandato, Dias vai priorizar nomeação técnica em pastas estruturantes e indicação pessoal nas Secretarias estratégicas

| segunda-feira, 27 outubro , 2014

O governador eleito, Wellington Dias (PT), vai iniciar oficialmente as negociações com os partidos aliados sobre o secretariado, mesmo que internamente – entre pessoas de sua confiança – já tenha modelado uma equipe de seu desejo. No terceiro mandato, Dias vai priorizar nomeação técnica em pastas estruturantes e indicação pessoal nas Secretarias estratégicas para o partido.wequipe13333

Entre os nomes que estão cotados para assumir cargo de primeiro escalão estão o deputado estadual, Merlong Solano, para a secretaria de Educação. O deputado estadual Fábio Novo, ex-presidente do PT e jornalista por formação, está sendo defendido para a Coordenadoria de Comunicação.

Nos bastidores circula informação que o deputado estadual eleito Francisco Limma, ex-superintendente do Incra, indicará a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR).

Já a deputada Flora Izabel é cotada para a indicação de nomes para a Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc). O nome mais citado seria a de Gilvana Gayoso.

A bancada do PT na Câmara Municipal reclama por uma indicação no primeiro escalão do governo. Os vereadores Edilberto Borges, o Dudu (PT) e Gilberto Paixão (PT) podem participar da nova gestão. A deputada federal, Rejane Dias (PT) é citada para ocupar a Secretaria de Saúde. Entre os peemedebistas que podem indicar cargos no governo Wellington Dias estão os deputados Marcelo Castro e Themístocles Filho (PMDB).

Novas secretarias

O governador eleito vai criar duas novas Secretarias, como prometeu durante campanha eleitoral. Vai transformar a Fundac (Fundação de Cultura do Estado) em Secretaria Estadual de Cultura e fundar a Secretaria da Juventude. O nome mais defendido para a Secretaria de Cultura é o do professor Wellington Soares, um dos coordenadores da campanha de Wellington Dias.

Ao ser questionado sobre a nova equipe, o governador não nega e nem confirma nomes. Ele disse que iniciará essa semana os diálogos com os partidos.

“A partir desse semana estarei parando para tratar disso. Não tratei com nenhum partido, nenhuma pessoa sobre equipe de governo”.

Wellington Dias afirmou que irá conversar com todos os partidos que ajudaram a elegê-lo no primeiro turno.

Veja sua mensagem para os partidos:

“Eu quero ter uma boa relação com todos os partidos, com todos os líderes. A eleição terminou, agora quem está na Assembleia, independente de partido, tem responsabilidade com o Estado todo. Quem está no Executivo tem responsabilidade com o Estado todo. Só vamos ter eleição em 2018, agora é hora de trabalhar e certamente estaremos dialogando com todos os partidos. Mas, normalmente a montagem de equipe de governo vou considerar o resultado da eleição, ou seja, os partidos que estiveram conosco na campanha. Eu tive apoio de vários partidos, inclusive de pessoas do próprio PMDB. Então, nós vamos, independente do partido, tratar com quem esteve conosco durante o período da eleição, vamos tratar com quem ajudou a construir a vitória. Vamos ter a responsabilidade da governança juntos”.

Fonte: cidadeverde.com