contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Sem água, moradores ameaçam se mobilizarem contra Agespisa

O Bairro Ipueiras está desde o último domingo sem água e a previsão é que o abastecimento seja normalizado apenas na noite desta quarta-feira

| quarta-feira, 18 março , 2015

O problema da falta de água no município de Picos continua. Desta vez, os moradores do bairro Ipueiras tem sofrido com a falta do abastecimento de água que já persiste por mais de quatro dias. A causa seriam interligações realizadas na tubulação do bairro e trocas de canos por material de PVC, ainda iniciadas no último domingo, 15. A previsão segundo a Agespisa é que os reparos sejam finalizados hoje, 18, e a água seja distribuída até a noite.agespisa555

O gerente geral da Agespisa de Picos, Sérgio Alves, explica que a falta de água é decorrente do período de execução das obras realizadas pela empresa Apoio Construções, que haviam sido previstas para serem concluídas no último domingo. “Foi feito uma interligação no domingo não deu certo a peça que eles colocaram, pois não era compatível com a que nós tínhamos no local. Devido a incompatibilidade tivemos de fazer o processo todo de uma vez e por isto a demora. O pessoal está trabalhando a noite para agilizar o processo”, disse o gerente.

Sérgio Alves disse que todas as interligações já foram feitas e o próximo passo será sanar os vazamentos, pois no decorrer dos reparos feitos na tubulação três vazamentos foram detectados.

O problema da falta de água provocou transtornos enormes à população picoense que não foi informada sobre o fato. Para Sérgio Alves, toda esta problemática poderia ser evitada se houvesse tido comunicação entre a empresa Apoio e a Agespisa, e consequentemente aos moradores.

“A nossa previsão era que o problema fosse resolvido até às 2 horas de domingo, por isto estávamos tranquilos. Porém pela incompatibilidade do material o problema se alastrou. No entanto, já temos uma previsão de liberar o abastecimento ainda hoje” garantiu o gerente.

Caso os reparos não sejam concluídos, outras medidas já foram adotadas na segunda como a implantação de registros de setorização que distribuem água para alguns locais do bairro. A falta persistirá apenas nos setores que forem detectados problemas, mas a garantia é que mais da metade do bairro Ipueiras seja abastecida.

Fonte:Riachão Net