contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Retomada a audiência do caso Epaminondas Coutinho

O empresário foi assassinado em junho ao chegar em sua residência no Centro de Picos.

| sexta-feira, 1 novembro , 2013

Acusados a serem julgados por envolvimento na morte do empresário Nondas - Foto: Paula Monize

Acusados a serem julgados – Foto: Paula Monize

Teve início na manhã desta sexta-feira (01), a continuação da audiência de instrução e julgamento dos réus acusados de envolvimento na morte do empresário Epaminondas Feitosa em junho deste ano. Neste momento a audiência está sendo realizada no Fórum Helvídio Nunes de Barros,e as testemunhas começam a serem ouvidas. A sessão está sendo presidida pela juíza titular da 5ª vara da Comarca de Picos, Nilcemar Rodrigues de Araújo Carvalho e conduzida pela promotora Itaniele Rotondo.

Estão sentados no banco dos réus Rinaldo José do Nascimento, o Teté, de 21 anos, e José Manoel do Santos Matos, o Santinho, de 33 anos, acusados de serem os executores do homicídio; Tiago Osório Cavalcante, apontado pela polícia como o agenciador do assassinato e Antônia de Sousa Andrade, viúva do empresário, acusada de ser a mandante do crime.

A primeira testemunha a ser ouvida nesta manhã é o segurança do Instituto Monsenhor Hipólito. O segurança já havia sido ouvido na audiência da última sexta-feira (25), e novamente constrói o depoimento para confirmação de informações. Segundo a testemunha, o mesmo reconhece entre os acusados o Teté e o Santinho porque moram próximo a sua residência. No entanto, a testemunha não consegue reconhecer uma terceira pessoa que acompanhava o Tiago Osório em função do uso do boné.

Protestos dos familiares

Anterior ao início da audiência, familiares do empresário Nondas Feitosa já realizavam protestos em frente ao Fórum Helvidio Nunes. Os familiares estavam com faixas, cartazes, e a todo momento clamavam por justiça. Na tentativa de conter os protestos, foi montado um esquema de segurança, onde a família não poderia se aproximar dos acusados até que os mesmos chegassem a sala onde acontece a audiência.

O crime

O empresário foi assassinado em junho deste ano com nove tiros ao chegar em sua residência, na Rua Zuza Lino no Centro de Picos. Segundo informações, o empresário foi abordado por dois homens e alvejado por nove disparos de arma de fogo. Posteriormente os assassinos fugiram do local em uma motocicleta.

As investigações do caso estavam sob o comando do Delegado Tales Gomes que efetuou a prisão de Teté, Santinho, Antônia Andrade e Tiago Osório, ambos acusados de envolvimento na morte do empresário.

Com informações do Riachão Net