contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Proprietários rurais têm menos de um mês para fazer o “CAR”

O Cadastro Ambiental Rural é obrigatório e gratuito e dispensa a atuação de intermediários no preenchimento dos dados

| quinta-feira, 16 abril , 2015

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) fez parcerias visando cumprir a meta de realizar o Cadastro Ambiental Rural (CAR) até o dia 5 de maio. Entretanto, o Ministério do meio Ambiente já admite a possibilidade de ampliar o prazo em um ano. A prorrogação é permitida pelo Lei 12.651/2012 (Código Florestal).terra744544

O registro no CAR é obrigatório para todos os imóveis rurais. Existem no país mais de 5,6 milhões  propriedades rurais que deverão ser cadastradas. Segundo o governo federal, o CAR irá gerar informações para o planejamento de recuperação, controle e investimento socioambiental nas áreas georrefenciadas. Mostrará a base real de demanda de recuperação florestal, e quanto existe de vegetação nativa. Também permitirá a criação de novo mercado, que envolve plantio, recuperação, sementes e mudas de espécies nativas.

A regeneração e a recuperação de áreas degradadas ou desmatadas ilegalmente são fundamentais para garantir oferta de água, biodiversidade e regulação do clima.

O cadastramento é obrigatório e gratuito para todos os proprietários rurais e dispensa a atuação de intermediários no preenchimento dos dados cadastrais.

O CAR tem aproximadamente 40% da área prevista, o que quer dizer 150 milhões de hectares dos 372 milhões de hectares estimados. Em número de imóveis, o cadastro chegou a apenas 14,3%, com 740 mil das 5,1 milhões de propriedades rurais do país.

Os estados e municípios são os responsáveis por fazer o cadastro. Em 2017, quem não estiver inscrito no CAR, não terá acesso a crédito público.

Fonte: Agência Brasil