contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Pro sol

Publicidade

Prefeito reúne secretários e cobra empenho da equipe

Kleber Eulálio pediu que os secretários não deixem o processo eleitoral interferir na administração municipal

| terça-feira, 7 janeiro , 2014

O prefeito de Picos Kléber Eulálio (PMDB) reuniu seu secretariado na tarde desta segunda-feira, 6 de janeiro, e cobrou mais empenho de toda a equipe, especialmente na conclusão de obras que estão em andamento na cidade.

Foto: José Maria Barros

Foto: José Maria Barros

A reunião foi realizada no Palácio Coelho Rodrigues – sede do governo municipal – e contou com a presença de quase a totalidade da equipe de auxiliares do primeiro escalão. A única ausência foi do secretário municipal de Administração, Filangieri Portela Filho (Portelinha), que está licenciado do cargo em razão de problemas de saúde, mas foi representado por sua substituta.

Esta foi a quarta reunião do prefeito Kléber Eulálio com o seu secretariado desde que ele assumiu a Prefeitura de Picos em 1º de janeiro do ano passado.

“Foi uma reunião de rotina, que marca o início de um novo ano. Estou pedindo pressa, agilidade para que a gente possa, no menor espaço de tempo possível, vê concluídas todas as obras que estão em andamento”, ressaltou o prefeito Kléber Eulálio.

Durante a reunião o prefeito Kléber Eulálio comentou sobre os últimos acontecimentos na política estadual e orientou seus auxiliares de como devem se comportar diante disso.

“As orientações que dei é que não podemos deixar que a eleição interfira na nossa administração”. Kléber lembrou que foi eleito por doze partidos e o PSB hoje, parte dele, já vota nele, então são treze. Quando chegar a eleição de governador uns vão está de um lado, outros do outro e sua orientação é essa. Todos são livres para escolher o que acharem melhor.

“O prefeito de Picos não vai pressionar nenhum secretário para seguir esse ou aquele candidato. E da mesma forma o secretário não deve tentar influenciar, de maneira alguma, os seus auxiliares para seguir esse ou aquele candidato. Todos são livres para fazer a esolha”, reafirmou Kléber Eulálio.

Fonte: Jornal de Picos