contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Polícia prende suspeito de assassinar comerciante

A vítima foi morta a tiros no dia 23 de setembro, na PI 243, no trecho entre as cidades de Francisco Macedo e Padre Marcos

| sexta-feira, 23 dezembro , 2016

gregory-almeida-delegado-jaicosaaaA Polícia Civil investiga a participação dos irmãos, Antônio Amaro de Sousa Marcos e Luiz Amaro de Sousa Marcos, no assassinato do comerciante Estevam João dos Santos, crime ocorrido no dia 23 de setembro, na PI 243, no trecho entre as cidades de Francisco Macedo e Padre Marcos.

No início da manhã da última quarta-feira, 21, as polícias Civil e Militar realizaram uma operação para cumprir os dois mandados de prisão expedidos pela Justiça da Comarca de Padre Marcos contra os dois suspeitos. A ação foi coordenada pelo delegado Gregory Matos, titular do 13º DP, e contou com a participação de agentes da Civil de Jaicós e Fronteiras, e Militares das Companhias de Jaicós, Simões e Fronteiras, uma equipe de 23 policiais.

A operação resultou na prisão de um dos investigados, Antônio Amaro. Ele foi localizado em sua residência na localidade Pocinhos, zona rural do município de Alegrete do Piauí. O suspeito capturado foi encaminhado ao presídio de Picos.

O outro, Luiz Amaro, não foi localizado e é considerado foragido da Justiça. “A polícia continua a procura dele e quaisquer informações a respeito do paradeiro do mesmo podem ser repassadas através do aplicativo DEPRE, da Polícia Civil do Piauí, ou por email (dpjaicos@gmail.com)” disse.

Segundo o delegado, eles são investigados como executores do comerciante Estevam. “A gente continua o trabalho de investigação com o objetivo de identificar as demais circunstâncias do crime, e investigando se tem a participação de outros elementos, a título de partícipes ou até de mandantes, mas eles [Antônio e Luiz] estão sendo investigados pela Polícia Civil. A gente representou pela prisão deles e o juiz de Padre Marcos determinou”, informou o delegado.

Gregory informou que no prazo legal o inquérito será encaminhado ao Poder Judiciário para os procedimentos cabíveis.

Matérias relacionadas

Comerciante é perseguido por motoqueiros e morto a tiros

Família deixa cidade após assassinato de empresário

Fonte: Cidades na net