contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

PMDB quer vaga de vice do Padre Walmir

A decisão foi anunciada durante a convenção que elegeu o engenheiro Severo Maria Eulálio Filho como presidente da sigla

| terça-feira, 1 setembro , 2015

Apontado como uma das novas lideranças do PMDB, o presidente da Câmara Municipal de Picos, Hugo Victor Saunders Martins, informou que o partido vai lutar pela indicação do candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo atual prefeito, Padre José Walmir de Lima (PT).hvpew

A declaração foi dada durante a convenção municipal do PMDB que elegeu o engenheiro Severo Maria Eulálio Filho como presidente do diretório. Para Hugo Victor a escolha ocorreu de forma consensual entre as várias lideranças da sigla.

“O Severo Filho é uma pessoa experiente, foi suplente de senador, diretor-geral do DER-PI, da Funasa e da Agespisa. Portanto, tem todas as condições de presidir o PMDB e comandar as discussões em torno das coligações que faremos nas eleições do próximo ano” – afirmou Hugo Victor.

O peemedebista defende a manutenção da coligação que elegeu em 2012 Kléber Eulálio prefeito e Padre Walmir vice-prefeito para que possam vencer as eleições no próximo ano. E diante desse quadro, ele afirma que o PMDB vai lutar para ocupar a chapa majoritária.

“O partido tem quatro vereadores e sem dúvida vamos buscar esse espaço na chapa majoritária, que deverá ser encabeçada pelo atual prefeito Padre Walmir. E um direito nosso, do PMDB, do PTB e do PSB e lá na frente quem tiver melhor os outros cedem para que permaneçamos unidos e em condições de vencer as eleições” – defendeu Hugo Victor.

Para tanto ele informa que as lideranças do PMDB vão intensificar o trabalho, visitar os bairros, as bases no interior e na sede visando o fortalecimento do partido. E nesse sentido viabilizar um nome forte para compor a chapa na época das convenções.

O parlamentar adverte, no entanto, que o grupo que atualmente está no poder não pode pensar apenas nessa união de partidos e de lideranças, mas, precisam trabalhar. Segundo ele, a junção do trabalho em benefício do povo e a manutenção da aliança de partidos certamente levará o grupo a uma nova vitória em 2016.

Por José Maria Barros