contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Peritos descobrem que mulher foi morta a pedradas

Rosa Joana de Carvalho foi encontrada morta e parcialmente despida no dia 09 de setembro de 2013 no município de Bocaina

| segunda-feira, 13 janeiro , 2014

Os restos mortais da mulher identificada como Rosa Joana de Carvalho, 44 anos, foram retirados do cemitério na localidade Borrachas II, zona rural do município de São Luis do Piauí, micro-região de Picos. A exumação do corpo foi solicitada pelo Delegado Regional Danúbio Dias para comprovar como a vítima, diagnosticada com multitraumatismo craniano, foi morta.

corpo bocaina2

Segundo o delegado, os novos exames revelaram que as lesões ocorreram em decorrência de fortes pancadas na região da cabeça.

Rosa Joana de Carvalho foi encontrada morta e parcialmente despida no dia 09 de setembro de 2013. O corpo só foi achado dois dias depois na comunidade Batedor, região de Bocaina, a 324 km de Teresina. O jovem identificado como Eliécio Raimundo de Sousa, 26 anos, foi preso acusado como autor do homicídio, a pesar de negar o fato.

“Eles eram amigos e saíram de um clube no dia 07 de setembro de 2013. Após este dia, a vítima não mais foi vista e apenas encontrada no dia 09 de setembro, em uma estrada vicinal. O jovem negou ter matado a mulher e a exumação reforçou as provas que ainda eram frágeis. O corpo foi achado em avançado estado de decomposição o que dificultou na identificação das causas do homicídio”, explica Dias.

Ainda segundo Danúbio Dias, no local foram apreendidas algumas pedras com manchas de sangue, o que reforça o fato de que a vítima tenha sido morta à pedradas. A violência sexual não pôde ser constada devido ao desaparecimento de vestígios.

Eliécio Raimundo de Sousa continua preso na penitenciária de Picos e responderá pelo crime de homicídio qualificado.

Fonte: Cidade Verde