contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Mais de 2,3 milhões de piauienses vão às urnas

O eleitor irá escolher um candidato a deputado federal, um estadual, dois senadores, o governador e o presidente do Brasil

| domingo, 7 outubro , 2018

Neste domingo (07), 2,3 milhões de piauienses vão às urnas escolher o governador, dois senadores, um deputado federal e um estadual. Os portões dos locais de votação serão abertos às 8h e o voto será encerrado às 17h.

O eleitor irá escolher um candidato a deputado federal, um estadual, dois senadores, o governador e o presidente da República. A expectativa da Justiça é que o tempo médio de votação será de 1 minuto por eleitor.

O número de eleitores do Piauí corresponde a 1,62% do eleitorado nacional. A maior parte, 556.287, vota na capital Teresina. Nestas eleições, o Piauí possui 3.614 locais de votações, sendo 1.646 na zona urbana e 1.968 na rural, divididos em 82 zonas eleitorais. Quatro delas- 1°, 2º, 97º e 98º- ficam em Teresina. As demais estão espalhadas entre os municípios do interior do Estado.

De acordo com a legislação eleitoral, o voto é obrigatório para os cidadãos brasileiros alfabetizados maiores de 18 e menores de 70 anos. Ele é facultativo para quem tem 16 e 17 anos, para os maiores de 70 anos e para as pessoas analfabetas.

Urnas
A maioria do eleitor piauiense, 2.369. 247, o que corresponde a 99.93%, votará com a biometria. Os demais utilizarão o sistema comum. A Justiça Eleitoral conta com 11.529 urnas eletrônicas para garantir a votação.

Perfil do Eleitorado
Entre os piauienses predomina os eleitores com o ensino fundamental incompleto. Eles correspondem a 23,77% do total. Em segundo lugar aparecem só eleitores com ensino médio completo,19,94%. O número dos que apenas lêem e escrevem corresponde a 15,92%. O ensino médio incompleto chega a 13,42%. Os outros 9,33% são analfabetos.

As mulheres corresponde à maioria do eleitorado. Elas representam 51,83% (1.228.778) do eleitorado contra 48,17% (1.142.115) dos homens. Os solteiros são maioria no eleitorado do Piauí com 61,5%, seguido de casados 32,6% e viúvos (2,82%).

A faixa etária com maior número de eleitores está entre 30 e 34 anos, que corresponde a 270.784 eleitores, ou seja, 11,42% pessoas aptas a votarem. Em seguida estão os de 35 a 39 anos (10,98%) e 25 a 29 anos (10,7%). Ainda de acordo com os números, o Piauí possui 192 eleitores com 100 anos ou mais. Eles representam 0,01% do total.

A faixa etária acima de 100 anos possui a menor taxa de eleitores no Piauí com 0,01%: 192 idosos estão aptos apesar do voto não ser obrigatório para as pessoas acima de 70 anos. O voto também é facultativo para os jovens de 16 e 17 anos, o que representa, no Piauí, o total de 0,80% e 1,10%, respectivamente.

Resultado
A previsão da Justiça Eleitoral é que o resultado da eleição possa ser anunciado até às 22 horas. Este ano uma das novidades é a mudança na ordem de votação na urna eletrônica. O eleitor vai começar votando para deputado federal, estadual, escolherá os dois senadores, o governador e, por último, o presidente da República. O total de 35 mil mesários foram convocados para trabalhar neste pleito.

Nome social
Pela primeira vez, transexuais e travestis poderão votar utilizando o nome social no título de eleitor. A mudança reconhece a identidade de gênero e garante a identificação desejada do eleitor. Do total de eleitores do estado, apenas 64 solicitaram a votação com o nome social. Este número corresponde a 0,02% do eleitorado.

Segurança

A Polícia Militar disponibilizou 5.408 homens para atuar na segurança das eleições nos 224 municípios do Piauí. O Exército também participa do esquema com 5 mil homens que atuarão sobre o comando dos juízes eleitorais no combate aos crimes eleitorais. Em Teresina, a Guarda Municipal também irá atuar com a participação de 1 comandante e 23 guardas. A Polícia Federal disponibiliza 13 delegados, 13 escrivães e 44 agentes. A Polícia Civil também participa com 58 delegados e 457 agentes e escrivães.

Por Lídia Brito
Cidadeverde.com