contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Facebook provoca reprovação de contas de candidatos

Viagens anunciadas no Facebook durante o período eleitoral e que não constam na prestação de contas dos candidatos estão sendo o principal motivo

| quarta-feira, 10 dezembro , 2014

Viagens anunciadas no Facebook durante o período eleitoral e que não constam na prestação de contas dos candidatos estão sendo o principal motivo de reprovação dos processos no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI). Na tarde desta terça-feira (09), dois candidatos foram enquadrados na mesma falha, considerada grave.plenario-do-tre-do-piaui-869672222

No caso do deputado eleito Georgiano Neto (PSD), por exemplo, o TRE disse que constatou no Facebook do candidato que foram feitas viagens a várias cidades do Piauí. No entanto, não existe nos autos a correspondente despesa com hospedagem, alimentação e combustível.

“Demonstra-se através de publicações do próprio candidato em seu facebook que foram realizadas viagens para Buriti dos Lopes, Coivaras, Floriano, Rio Grande do Piauí, São Gonçalo do Gurgueia, São Julião, Acauã e Água Branca. No entanto, não foram encontradas nos autos as despesas correspondentes a gastos com alimentação, hospedagem e combustível”, diz despacho da Procuradoria Regional Eleitoral. Em sua defesa, o candidato disse que, por questão de cuidados com a saúde, optou por viajar levando consigo algumas bolachas ou marmitas feitas em sua casa, para a sua alimentação e de seus colaboradores. Que deslocava-se em carro de boa autonomia e com tanque cheio, saindo de Teresina sempre no intuito de voltar do compromisso sem permanecer ou pernoitar.

O deputado estadual eleito Fábio Xavier (PR) também teve o Facebook monitorado pelo TRE, que detectou divergências de dados em relação a viagens. No parecer da PRE consta que, no exame das contas, detectou-se que houve pernoite em viagem para Paulistana e Picos, nos dias 19 e 20 de setembro e que em pesquisa nas mídias sociais, verificou-se ainda, que o candidato se deslocou por muitos outros municípios do estado do Piauí, cujas despesas com deslocamento, alimentação e hospedagem não se encontram registradas na prestação de contas.

Outros motivos
Já o deputado Fábio Novo (PT) teve as contas reprovadas principalmente por conta da doação de um veículo tipo Pálio Fire. Com o deputado federal eleito Júlio César (PSD), a maior falha são despesas com combustíveis somente em Teresina, Piracuruca e Campo Maior, mesmo se tratando de uma campanha em nível estadual. O deputado estadual eleito Zé Santana (PMDB) também teve problemas com o TRE. Para o tribunal, houve divergência entre as informações referentes às receitas (doações recebidas) constantes na prestação de contas parcial e na prestação de contas final, bem como as despesas.

De acordo com o juiz Vidal de Freitas, a reprovação das contas não interfere na diplomação dos candidatos que acontece no final do mês. Só através de uma ação do Ministério Público Eleitoral (MPE) é que o diploma dos candidatos pode ser cassado. Os candidatos podem recorrer junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Fonte:  cidadeverde.com