contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Detento é assassinado dentro da panitenciária de Picos

"Nego Assis”, como a vítima era conhecida, de 25 anos, foi morto com mais de 30 perfurações pelo corpo feitas com estilete.

| terça-feira, 23 dezembro , 2014

Uma briga dentro da Penitenciária José de Deus Barros, em Picos, no início da tarde desta terça-feira (23/12), durante o banho de sol dos detentos, por volta das 13h45, resultou na morte de Francisco de Assis Lino Evangelista, de 25 anos. “Nego Assis”, como a vítima era conhecida, foi morto com mais de 30 perfurações pelo corpo, segundo o diretor da Penitenciária, por estilete.morte nego22323

Ainda não se sabe o motivo da confusão que tirou a vida de “Nego Assis”. Cinco suspeitos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Polícia Civil para serem ouvidos. Os mesmos apresentavam algumas lesões.

Segundo informações repassadas pelo diretor do presídio, Sinval Hipólito, por volta das 13h os detentos do “Pavilhão A” saíram para um banho de sol. Por volta das 13h45 ele foi informado por um dos soldados que estavam na guarita que havia uma movimentação estranha no local.

Ele disse ter se dirigido ao pátio do pavilhão e ao chegar encontrou o Francisco Assis Lino no chão, com várias perfurações pelo corpo. Chamou então o delegado de plantão que, com os peritos, conseguiu identificar a alguns suspeitos, pois os mesmos apresentavam sinais pelo corpo.

Nego Assis era casado,  pais de quatro filhos e  havia sido condenado pela Justiça por tráfico de drogas e mantinha dentro da Penitenciária João de Deus Barros um comportamento regular, sem muito trabalho.

A penitenciária deveria abrigar apenas 144 presos, mas atualmente conta com mais de 370 detentos dividindo as mesmas celas. “Infelizmente não há aparelhos detectores e metal e por isso não tem como evitar a entrada do instrumento, mas que vistorias são feitas com frequência para que se evite esse tipo de transtorno”.

Fonte: GrandePicos