contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Pro sol

Publicidade

Depois de quatro anos, obras de hospital são retomadas

Projetado para atender cerca de meio milhão de pessoas, de 60 municípios, a obra do novo hospital de Picos custará R$51,6 milhões.

| sexta-feira, 15 janeiro , 2016

Na tarde desta quinta-feira, 14, o governador do Estado do Piauí, Wellington Dias (PT),  assinou a ordem de serviço de construção do Novo Hospital de Picos, situado no bairro Paraibinha. A obra que foi iniciada ainda em 2010 estava paralisada há quatro anos, e agora após a retomada na última quarta-feira,13, deve ser concluída no prazo de 12 meses.

Foto: Paula Monize

Foto: Paula Monize

O prefeito de Picos, Padre Walmir Lima (PT) destacou que a retomada da obra era uma reivindicação antiga. “No sábado recebi um telefonema do deputado Assis Carvalho que havia se reunido com o governador informando que a obra do novo hospital seria retomada ainda na quarta-feira. E não deixa de ser um ponto bastante positivo para a saúde de Picos e macrorregião”, disse o prefeito.

Projetado para atender cerca de meio milhão de pessoas, de 60 municípios, a obra do novo hospital de Picos custará nesta primeira etapa R$51,6 milhões.

Os recursos para a construção do hospital são de emenda parlamentar do deputado Assis Carvalho no valor de R$ 34,6 milhões, com a contrapartida de R$ 17 milhões do Governo do Estado. A Prefeitura de Picos contribuiu com a doação do terreno. “Fizemos uma série de encaminhamentos e ajustes técnicos para sanar as pendências e poder acessar o recurso para dar continuidade às obras. Nessa conjuntura, conseguimos resolver a burocracia que estava dificultando e agora retomaremos essa obra que vai ser importantíssimo para aquela população”, disse o secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa.

Foto: Paula Monize

Foto: Paula Monize

O projeto original prevê 260 leitos de enfermaria, 24 leitos de UTI adulto, central de processamento de resíduos, auditório com 150 lugares, refeitório e biblioteca. A estrutura da unidade de saúde também funcionará como hospital escola para implantação do curso de Medicina pela Universidade Federal do Piauí (UFPI).

O curso de Medicina será iniciado no segundo semestre de 2016. A Universidade já lançou o processo de seleção de professores e o Enem 2015 será usado como base para o Sisu 2016.2. Cerca de 60 municípios do Piauí, além de outros do Ceará e Maranhão, serão beneficiados com a obra. A região atendida vai desde Guaribas, região Vale do Canindé e parte da região do Vale do Sambito.

O hospital vai ser construído em duas etapas.  Na primeira etapa, serão construídos 80 leitos, salas de cirurgias e UTIs, no primeiro pavimento. No projeto final, serão 260 leitos em três pavimentos.

O governador Wellington Dias durante seu pronunciamento defendeu a conclusão da obra e ressaltou que será um marco na saúde da macrorregião. “O hospital de Picos é um sonho, e fizemos um trabalho muito grande em 2015 para que a obra fosse retomada. A garantia é que a obra seja concluída em um ano com os recursos assegurados para os equipamentos”, afirmou o governador.

Com informações do Riachão Net