contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Contra PEC-241, servidores da UFPI entram em greve

SINTUFPI: “Essa PEC-241 vai atingir a educação de forma negativa e tudo vai piorar. Por isso decidimos deflagrar a greve."

| terça-feira, 25 outubro , 2016

uspiasasOs servidores técnicos da Universidade Federal do Piauí (UFPI) estão paralisados desde segunda-feira (24). A greve demonstra o repúdio da categoria, que soma mais de 1600 trabalhadores, acerca da Proposta de Emenda Constitucional 241- que estabelece um teto de investimentos públicos por até 20 anos.

A mobilização também pressiona o governo Michel Temer a cumprir o acordo coletivo de trabalho acertado em 2015 com a categoria,. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Ufpi (Sintufpi), Alberto Silva de Oliveira, o Plano de Cargos e Salários da categoria não está sendo obedecido pelo Executivo Federal.

“Essa PEC-241 vai atingir a educação de forma negativa e tudo vai piorar. Por isso decidimos deflagrar a greve. Também queremos lutar pelo cumprimento do nosso Plano de Carreiras”, defende o presidente do Sintufpi. Alberto Silva de Oliveira afirma que a adesão à greve foi acertada em todos os campi da Ufpi e que todos os serviço técnico estão paralisados.

“Paramos 100%, mas o Comando de Greve ainda vai acertar o que vai continuar funcionando durante a mobilização”, esclarece o presidente. Por causa do movimento, serviços, principalmente os burocráticos da Universidade ,serão prejudicados.

Ainda nesta segunda, os técnicos realizam Assembleia Geral para definir os rumos do movimento.

Fonte: Cidadeverde.com