contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Pro sol

Publicidade

Cinco municípios do Piauí tem apenas um policial

Em outros trinta, há apenas dois. Somente em 26 cidades existem mais de 10 policiais militares. Os dados são do IBGE

| segunda-feira, 26 outubro , 2015

Cinco dos municípios do Piauí possuem apenas um policial militar para garantir sua segurança. Em outros trinta, há apenas dois. Somente em 26 cidades existem mais de 10 policiais militares. Esses dados preocupantes estão disponíveis no projeto de restruturação da PM, elaborado por diversas associações da Polícia Militar. O estado tem um policial para cada 798 habitantes, segundo o IBGE.blitz-79288-600x330sss

O tenente-coronel Carlos Pinho, presidente da Associação de Oficiais da Polícia Militar, é o principal autor do projeto realizado independente do comando geral. Segundo ele, a última regulação foi feita trinta anos atrás, época em que, no Piauí, havia pouco mais de dois milhões de habitantes, e 105 municípios a menos. Nessas novas cidades, a polícia não tem amparo legal, e falta planejamento.

Onde há apenas um policial militar, por exemplo, o município fica a maior parte do tempo sem nenhuma segurança, pois a escala de trabalho é de 24h por 36h de folga. Eventualmente, o policial é chamado fora do seu plantão para atender alguma emergência. “Queremos garantir a segurança do policial, para que ele tenha condições de servir a sociedade. Em casos como assaltos a agências bancárias, as quadrilhas são formadas por quatro homens armados. Como um policial sozinho vai combater uma ameaça dessas?”, questiona o tenente-coronel.

O projeto de restruturação da PM tem como objetivo mudar essa situação caracterizada como caótica. Baseado na geopolítica do Piauí, a proposta visa colocar um policial para cada duzentos habitantes. Seriam quinze soldados para cada município, e um oficial, com no mínimo três policiais por plantão em locais com até sete mil habitantes. Para cidades mais populosas, o número sobre para seis soldados. Para isso, seriam contratados mais 4422 policiais militares.

Com o projeto haveriam mudanças dos critérios de promoção. Passaria a ser observado o preparo físico do policial, seus conhecimentos profissionais e o manejo da arma de fogo. O projeto prevê também a cobertura aérea do estado, hoje feita por apenas um helicóptero, que não tem autonomia para chegar até os municípios mais distantes.

Fonte: O Dia