contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner hemopi

Publicidade

Câmara de Picos enxuga pauta e entra de recesso

Após o recesso parlamentar do meio do ano os 15 vereadores picoenses retomam as sessões ordinárias a partir do dia 4 de agosto

| sexta-feira, 15 julho , 2016

A Câmara Municipal de Picos realizou na tarde/noite de ontem, 14, sua última sessão ordinária do primeiro semestre. A pauta foi enxuta e os vereadores entraram de recesso, devendo retornar ao trabalho em plenário no próximo dia 4 de agosto.Vereadores enxugam pauta da Câmara e entram de recesso.

Sob a presidência de Hugo Victor Saunders Martins (PMDB), a última sessão do primeiro semestre serviu para os vereadores apresentarem um resumo do que fora feito por eles nesses quatro meses. Aproveitaram também para se despedir dos colegas e da população que acompanha os pronunciamentos através do rádio.

Para que a pauta fosse zerada, além da sessão ordinária foi realizada uma sessão extraordinária. Na oportunidade, foram aprovados em definitivo seis projetos, dentre os quais um decreto legislativo concedendo o título de cidadania picoense ao secretário estadual da Fazenda, Rafael Tajra Fonteles.

Avaliação

O presidente da Câmara de Picos, Hugo Victor (PMDB), disse que era com prazer que a Casa concluía mais um semestre com bastante trabalho. Com muitas reivindicações apresentadas pelos vereadores e várias delas atendidas.Hugo Victor, presidente da Câmara Municipal de Picos.

“Realizamos 19 sessões ordinárias, sete sessões extraordinárias e audiências públicas para tratarmos de segurança, do funcionamento da Uespi. Ao longo desses quatro meses discutimos os mais diversos problemas da cidade, como passagem de ônibus coletivo” – lembrou o presidente da Câmara.

Segundo Hugo Victor, a Câmara Municipal de Picos terminou o semestre com a pauta zerada. Para tanto, além da sessão ordinária, foi realizada uma sessão extraordinária para votar projetos em segundo turno e não deixar nada pendente para agosto.

Nesse período de folga das sessões, Hugo Victor declarou que os vereadores vão aproveitar para pedir a execução dos requerimentos que não foram atendidos. Vão também visitar as comunidades e manter contatos com as bases, para, no segundo semestre apresentar novos projetos de interesse da população picoense.

Reportagem José Maria Barros