contato@webpiaui.com.br

Publicidade

Banner Estado – museu

Publicidade

Amostragem divulga nova pesquisa para o senado

O levantamento foi feito com 1.137 eleitores a partir dos 16 anos de idade em 47 municípios de todas as microrregiões do Piauí.

| terça-feira, 24 junho , 2014

O ex-governador Wilson Martins (PSB) está liderando a disputa para o Senado com 49,87% das intenções de voto estimuladas, no novo quadro político com o lançamento da candidatura a senador do ex-prefeito de Teresina Elmano Férrer (PTB), em substituição ao senador João Vicente Claudino (PTB), que estava disputando a reeleição, mas desistiu corrida pela única vaga oferecida nas eleições deste ano. Elmano Férrer inicia a disputa da vaga para o Senado com 28,94% das intenções de voto estimuladas.

A constatação foi feita pela pesquisa realizada pelo Instituto Piauiense de Opinião Pública (Amostragem) para o Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte nos dias 14 a 16 de junho.

Segundo a pesquisa, 8,62% dos eleitores piauienses não sabem ou não querem opinar sobre quem vão votar para o Senado nas eleições gerais deste ano e 12,58% dos eleitores afirmaram que irão votar nulo ou em branco.

A pesquisa do Instituto Amostragem para o Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte foi feita com 1.137 eleitores a partir dos 16 anos de idade em 47 municípios de todas as microrregiões do Piauí.

A margem de erro da pesquisa é de 2,85 pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa do Instituto Amostragem foi registrada no dia 13 de junho no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Piauí sob o Protocolo de número PI 00051/2014.

Elmano tem 45,86% na microrregião de Teresina

O ex-prefeito teresinense Elmano Férrer tem 45,86% das intenções de voto estimuladas para o Senado na microrregião de Teresina, apurou a pesquisa Instituto Amostragem – Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte, realizada entre os dias 14 a 16 de junho. 14,79% dos eleitores da microrregião de Teresina afirmaram que irão votar nulo ou em branco e 5,03% dos eleitores não souberam ou não quiseram opinar.

Wilson Martins obteve 34,32% das intenções de voto estimuladas dos eleitores da microrregião de Teresina. Pesquisa realizada pelo Instituto Amostragem – Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte, entre os dias 9 e 12 de maio, mostrou que na época na microrregião de Teresina Wilson Martins tinha 46,59% das intenções de voto estimuladas e o então pré-candidato à reeleição para o Senado, o senador João Vicente Claudino tinha 39,77% das intenções de voto estimuladas.

58,85% mantêm intenção de votar em Wellington

O Instituto Amostragem pesquisou a disposição do eleitor do Piauí de votar ou não no candidato do PT ao Governo do Estado, Wellington Dias, com a troca pelo PTB do candidato ao Senado do senador João Vicente Claudino pelo ex-prefeito de Teresina, Elmano Férrer.

Segundo o levantamento eleitoral, a troca dos candidatos de João Vicente Claudino para Elmano Férrer não muda o desejo de votar em Wellington Dias para o Governo do Estado de 58,85% dos eleitores piauienses.

Para 18,24% dos eleitores do Piauí, a troca de João Vicente por Elmano Férrer como candidato ao Senado pelo PTB aumentou o desejo de votar em Wellington Dias.

Conforme 6,39% do eleitorado piauiense diminuiu o desejo de votar em Wellington Dias após a troca de João Vicente Claudino por Elmano Férrer na disputa pelo Senado. 16,51% dos eleitores afirmaram não saber ou não querer opinar sobre a questão da troca dos candidatos e o impacto no apoio a Wellington Dias.

Zé Filho diz que sua convenção será histórica

O governador Zé Filho, candidato do PMDB à reeleição ao Governo do Estado, confessa que ficou muito satisfeito com o resultado da pesquisa de intenções de voto do Instituto Piauiense de Opinião Pública (Amostragem) para o Sistema Integrado Meio Norte, principalmente por tê-lo apontado com o menor índice de rejeição entre todos os candidatos que estão disputando o comando político do Piauí.

“Acredito que grande parte dos eleitores desconhece Zé Filho. Efetivamente não conhecem o Zé Filho, o que dá uma chance de crescimento de meu nome ao ser apresentado à população”, afirmou o governador do Piauí, que terá mais de 11 minutos no horário eleitoral gratuito por liderar uma coligação de cerca de 15 partidos políticos.

Zé Filho diz que a convenção que vai homologar sua candidatura ao Governo do Estado, marcada para sexta-feira, no Teresina Hall, será histórica por mostrar com os partidos estão unidos para vencer as eleições.

O coordenador de Comunicação Social do Governo do Estado, Tony Trindade, afirmou que a convenção será histórica e vai mostrar graficamente a união dos partidos e de Zé Filho, do candidato a vice-governador pelo PSDB, Sílvio Mendes, e do candidato ao Senado pelo PSB, o ex-go-vernador Wilson Martins.

“A convenção será um marco histórico, um divisor de águas”, falou Tony Trindade, que acredita ocorrer no Piauí que o candidato que aparece na frente das pesquisas de intenções de voto em junho nunca foi o eleito para o Governo do Estado.

“Foi assim, nas últimas eleições, quando Sílvio Mendes estava na frente e Wilson Martins foi quem foi eleito governador; o mesmo aconteceu com Hugo Napoleão, que estava na frente, mas o eleito foi Wellington Dias”, declarou Trindade.

Zé Filho e Sílvio Mendes concederão entrevista coletiva para anunciar a formalização da aliança do PMDB com o PSDB.

“Liderança aumenta a responsabilidade”, diz Dias

O pré-candidato do PT ao Governo do Estado, Wellington Dias, declarou que o resultado da pesquisa de intenções de voto, do Instituto Piauiense de Opinião Pública (Amostragem) e Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte, mostrando que lidera em todas as microrregiões do Piauí e pode se eleger no primeiro turno das eleições, exige maior responsabilidade e compromisso com os destinos do povo piauiense.

“Temos a responsabilidade e o compromisso de seguir mudando, de garantir a integração do Projeto do Piauí com o Projeto Nacional, vamos cuidar com muita força a área da educação na busca qualidade; na área da gestão pública vamos buscar mais a eficiência e colocar, cada vez mais, a ética, a decência e a transparência na gestão pública e garantir investimentos nas áreas social e econômica para dar as condições para o Piauí crescer acima do que cresce o Nordeste e de que cresce o Brasil”, afirmou Wellington Dias.

A gente a vida inteira vai aprendendo e eu me sinto mais maduro, mais preparado tecnicamente porque neste período voltei à academia, voltei a estudar e fiz uma especialização naquilo que o Piauí mais precisa, que é o desenvolvimento, pela Universidade de Harvard”, acrescentou Dias.

Wellington Dias afirmou que a Convenção Nacional do PT, em Brasília, que homologou a candidatura da presidente Dilma Rousseff à reeleição um dos mais belos momentos da história das convenções do Partido dos Trabalhadores desde 1989, quando foi feita uma campanha belíssima.

Declarou que o ex-presidente Lula discursou que representou o momento do país e a presidente Dilma assumiu o compromisso de avançar cada vez mais, principalmente em áreas com ciência e tecnologia.

“Ela deixou claro que tem o compromisso para que o país cresça em todas as regiões, em todas as classes sociais, mas mantém a prioridade para com os mais pobres. Ela tem o compromisso de priorizar a banda larga para todo o Brasil, garantir as condições para avançar na ciência e na tecnologia, da pesquisa.

Ou seja, colocar o Brasil em um patamar para que a indústria tenha competitividade e garantir condições de venda de nossos produtos do exterior com forte valor agregado”, afirmou Dilma Rousseff.

Dias classificou como muito corajosa e uma atitude de muita dignidade a decisão do presidente regional do PTB, senador João Vicente Claudino, em apoiar a reeleição de Dilma Rousseff e sua candidatura ao Governo do Estado.

“As duas posições dele, uma de fazer a opção para a família quando tinha chances de ser senador da República e agora sua decisão de dar valor à palavra dada, à palavra empenhada, e de manter os compromissos, são muito relevantes”, falou Wellington Dias.

Fonte: Meio Norte