contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Publicidade

Piauí já registrou 82 mil focos de queimadas

Até agora, já foram registrados no estado do Piauí 82 mil focos de queimadas, sendo 31.682 em setembro e 30.481 em agosto

| terça-feira, 25 setembro , 2018

Levantamento do Ibama – com base em dados do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) revela que os meses de agosto e setembro já concentram 75% das queimadas em comparação com os primeiros meses do ano.

Até agora, já foram registrados 82 mil focos de queimadas, sendo 31.682 em setembro e 30.481 em agosto.

O coordenador estadual Prevfogo do Ibama, Gildênio Sousa, informou que os municípios com maiores focos de queimadas são Uruçui, Floriano, Morro Cabeça no Tempo, Baixa Grande do Ribeiro e Sebastião Leal.

“Há focos em várias extensão no Sul do estado. 99% é relacionada a ação do homem, o restante é associada a vegetação e as altas temperaturas”.

Segundo Gildênio, há incêndios preocupantes também nas cidades de São José do Peixe e São Miguel do Tapuio. “Alguns incêndios que duram mais de 48horas e há prejuízos para a vegetação e os animais nativos”.

Utilizada pelos agricultores para limpeza e preparo do solo antes do plantio, a queimada pode causar danos bem maiores que as vantagens buscadas pelos produtores rurais. Além de eliminar nutrientes essenciais às plantas, as queimadas trazem uma série de prejuízos à biodiversidade, à dinâmica dos ecossistemas e à qualidade do ar.

Na Embrapa é possível conferir os detalhes de cada uma dessas formas de plantio sem utilização do fogo. Para denúncias, a linha verde do Ibama é o 0800-61-8080.

Por Yala Sena
Cidadeverde.com