contato@webpiaui.com.br

Publicidade

banner Rout

Aedes aegypti preocupa autoridades em saúde de Picos

Os Agentes comunitários de saúde foram capacitados para atuar no combate ao mosquito que transmite três doenças graves

| sábado, 16 janeiro , 2016

Mais uma equipe entrará no combate ao mosquito Aedes aegypti em Picos. Hoje, 14/01, a secretaria municipal de Saúde, por meio da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica e o Centro de Controle de Zoonoses, promoveram a capacitação de aproximadamente 180 agentes comunitários. O curso foi ministrado Plenário Ver. Pedro Barbosa da Silva – sede da Câmara Municipal de Picos, das 08 as 12h.casasas

A capacitação teve como objetivo habilitar os profissionais de saúde do município para orientarem adequadamente à população em prol do combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika. Os agentes de saúde foram capacitados para abordagem, orientação e notificação de casos suspeitos. De acordo com a coordenadora de vigilância epidemiológica, enfermeira Karielly Alencar, durante o curso foi repassado também as diferenças e semelhanças sobre os sinais clínicos, prevenção e tratamento das doenças.

“No dia 18 de dezembro o ministro da saúde, Marcelo Castro publicou uma portaria que estabelece que em uma situação de emergência, de epidemia os agentes comunitários de saúde também podem estar desenvolvendo este trabalho de combate ao mosquito, a reunião de hoje foi para capacitar estes profissionais para o trabalho prático de campo”, ressaltou a coordenadora de vigilância epidemiológica, enfermeira Karielly Alencar.asascc

A Capacitação contou com a participação do Secretário Municipal de Saúde, José Venâncio – Dudé, da assessora técnica da saúde, enfermeira Conceição Portela, do coordenador do Centro de Controle de Zoonoses, Agenor Martins e da Coordenadora de Vigilância Epidemiológica, enfermeira Karielly Alencar.

“Eu acho muito importante a participação dos todos os agentes comunitários de saúde na luta contra o mosquito, é uma coisa que afeta todos nós, então nós estamos também no mesmo barco, vamos unir o útil ao agradável, ou seja, as equipes se unirem no combate as doenças, destacou Teresinha Borges, Agente comunitária de saúde do bairro conduru.